"Bicos" de fim de semana são tudo de bom!

Bicos de fim de semana são tudo de bom

Se a grande chance no mercado de trabalho custa a aparecer ou se a grana anda mesmo curta, que tal arregaçar as mangas e procurar soluções alternativas como os "bicos" de fim de semana? Para muita gente, esta pode ser a salvação das contas do mês ou até mesmo a busca por oportunidades concretas de sucesso na própria profissão.

A renda extra e a criação de contatos são os principais incentivos que levam inúmeros profissionais a procurarem agências de emprego em busca de atividades como recepcionistas de eventos, promotores, garçonetes, animadores de festas, repórteres, fotógrafos, músicos, modelos, acompanhantes de idosos, entre muitas outras funções, aos sábados e domingos. Atualmente, até a área de informática anda cheia de "bicos", especialmente para webdesigners que, mesmo tendo emprego fixo, aproveitam os trabalhos extras de fim de semana.

Segundo Erica Macedo, consultora de Planejamento de Carreira, da Ricardo Xavier Recursos Humanos, os "bicos" são bem vistos pelo mercado e favorecem qualquer outro desafio futuro do profissional.

"Fazer bicos não deprecia a carreira. Muitos profissionais encontram dificuldades de se colocar no mercado de trabalho e, por isso, optam por uma renda extra, a fim de adquirir mais experiência, contatos e aumentar a possibilidade de novos projetos. A itenção é exatamente não ficar parado e mostrar que se está trabalhando mesmo que por conta própria".

Além disso, diz a consultora, não pega mal contar para o chefe, não. "Não pega mal se o profissional souber separar as duas atividades, bem como suas responsabilidades. Muitas vezes o profissional que trabalha durante a semana e no fim de semana tende a ficar sobrecarregado. O que não pode acontecer é deixar com que isso atrapalhe seu rendimento e produtividade no ambiente de trabalho".

Mais um ponto para os bicos de fim de semana: eles podem incrementar o seu currículo! "Se a atividade estiver relacionada à sua área de atuação é sempre interessante mencionar no currículo, de forma que possa demonstrar outros projetos paralelos ao seu trabalho atual", diz Erica.

Como conseguir?

Bom, para conseguir um bico de fim de semana é preciso estar atento aos meios de comunicação. Isto porque, segundo Fernando Montero da Costa, diretor de Operações da Consultoria Human Brasil, os bicos contam com uma certa sazonalidade.


"Atividades relacionadas ao setor de vendas, por exemplo, ganham força para a contratação de profissionais pontuais quando o fim do ano se aproxima. Por isso, é sempre bom acompanhar pelos jornais, redes sociais e com os amigos as oportunidades oferecidas".

Muito importante também, ele diz, é verificar se o conteúdo da vaga condiz com o que o candidato tem maior afinidade. "Têm mais chances de conseguir o bico as pessoas que demonstram conhecimento sobre a área e desejam agregar valor à sua profissão".

Por Adriana Cocco

Comente