Aproveite as férias para atualizar seu currículo

Aproveite as férias para atualizar seu currículo

Você pode aproveitar as férias de duas maneiras: descansando ou usando o tempo livre para colocar a mão na massa. Isso porque, enquanto algumas pessoas recuperam o bronze, outras atualizam seus currículos, fazendo cursos de férias, montando portfólios etc.

Já que nem todo profissional pode investir em sua carreira durante o ano existem cursos que acontecem, estrategicamente, de dezembro a fevereiro e em julho. A coach Melissa Campos explica que esses cursos são vantajosos, já que, por causa da curta duração, costumam ser objetivos, práticos e mais acessíveis financeiramente.

"O primeiro passo a ser tomado é não sair simplesmente fazendo qualquer curso, ou realizando qualquer outra ação, só para dizer que fez algo. Tenha foco. Procure sozinho, ou com a ajuda de um profissional especializado, definir sua meta de carreira. É preciso olhar as capacitações e competências e ver o que é preciso para chegar lá. Identificar com clareza o objetivo ajudará a direcionar o investimento, tanto financeiro quanto de tempo", conta Melissa.

Entre os cursos mais procurados, a coach cita os de imersões de idiomas e atualizações técnicas. "Como é um investimento que será feito para a carreira, procure instituições sérias. Pesquise com antecedência a experiência do professor, para assegurar que ele tenha bagagem profissional suficiente para promover a troca de experiência, uma vez que não haverá tempo para mergulhar em conceitos muito teóricos".

Para aquelas que podem investir algum dinheiro a mais, cursos no exterior podem render boas experiências, pois, além do aprendizado técnico, há o intercâmbio cultural. "Esta é a oportunidade que a pessoa tem de experimentar novos caminhos no modo de pensar, fazer conexões de conhecimentos de novas culturas, idiomas e de competências sociais importantes para a vida", relata.

Além dos cursos, algumas empresas levam em consideração experiências de trabalho voluntário, já que atividades de cunho humanitário, segundo Melissa, desenvolvem competências essenciais para a vida de quem as pratica. Entretanto, para a coach, essa ação deve ser feita de acordo com seus princípios, não apenas por causa do mercado de trabalho. "Procure algo que possa fazer a diferença e que respeite seus limites de crenças e valores, pois precisa ser um período de doação e felicidade interna. Se não for assim, não vale a pena."

Se nada disso for possível (ou talvez você não esteja muito a fim), a internet também pode ser uma grande amiga. As redes sociais são visadas pelas empresas e mantê-las em dia pode significar sair na frente. Sites como LinkedIn, ou até mesmo o Facebook, Twitter e Orkut, mais informais, devem ter informações atualizadas, e nada de extravagâncias - como aquela comunidade "Odeio acordar cedo" ou o tweet que diz "meu chefe é um saco". Tome cuidado!


Dependendo da sua área, manter o Flickr/Picasa atualizado ou, quem sabe, criar um portfólio em forma de blog (Blogger, Wordpress, ou até mesmo Tumblr) é um bom investimento de tempo.

Para finalizar, Melissa lembra que o mais importante é o bem-estar. "Lembre que toda e qualquer ação tomada deve ser realizada por prazer e não por obrigação, afinal, atingir a meta desejada é essencial. Porém, é importante que a jornada até ela seja saudável e divertida. Aproveite este período de férias para aprender, refletir e ser feliz com as novas experiências vividas. Estas são as únicas coisas que você levará na sua mochila da vida", conclui.

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

Comente