A filosofia do "dane-se" em livro

Dane-se: Um pequeno livro uma grande sabedoria (ve

Autores: John C. Parkin e Gaia Pollini

O provocativo livro de desenvolvimento pessoal acaba de ganhar sua versão ilustrada: são mais de 100 imagens elaboradas pelos publicitários britânicos John Parkin e sua mulher, Gaia Pollini, além de algumas contribuições de seus filhos. Com frases inspiradoras e linguagem simplificada, Dane-se! - Um pequeno livro, uma grande sabedoria apresenta alternativas inusitadas para lidar com os problemas do cotidiano.

Com tiradas bem-humoradas e exemplos hilários extraídos de sua vida privada, John Parkin defende que o significado atribuído à boa forma física, ao dinheiro, aos relacionamentos e até mesmo a fenômenos que independem da ação humana é proporcional ao sofrimento causado quando estes elementos fogem do que se espera deles.

De acordo com o terapeuta espiritual, quanto mais importância as pessoas dão para um determinado fato de suas vidas, mais elas ficam sujeitas a tensões e ansiedades - sentimentos que obstruem o caminho rumo à plenitude individual.

A partir dessa premissa, o autor propõe o uso da expressão "dane-se!", que nomeia a obra (em inglês, no original, é "fuck it"), como um mantra espiritual, um ato de liberdade ante ao apego excessivo que, segundo o autor, acaba por escravizar o homem moderno. Ao longo de suas páginas, Parkin explica como aplicar essa corrente de pensamento nos campos amoroso, profissional, financeiro, familiar, entre outros.


Além disso, expõe mensagens de autoaceitação que fogem das convencionais, bem como pitorescas - porém lógicas - alternativas comportamentais para facilitar a aceitação dos reveses do dia-a-dia. Em Dane-se!, o leitor aprende de maneira divertida a dar um "chega para lá" nos problemas: "Dizer Dane-se! proporciona um atalho maravilhoso, quase milagroso, de libertação em nossa vida", sugere Parkin.

Por Livany Salles

Comente