A arte de fazer livros artesanais

Livros artesanais

Foto: Arquivo Pessoal/ Márcio Barreto

O artesanato unido à tecnologia para criar livros independentes e feitos à mão, na contramão da tendência tecnológica de transformar em algo virtual. O gosto especial de participar de todos os processos de criação literária são descritos pelo escritor Márcio Barreto, que lançou recentemente dois livros: "Novo em Folha" e "Atro Coração".

O diferencial é que o autor participou da captação dos recursos materiais, ou seja, desde conseguir o papelão, até a arte da capa e as folhas costuradas com sisal. Tudo feito artesanalmente, obra por obra, e a partir de material reciclável. "A arte de fazer o livro retoma a necessidade atual de desenvolver as habilidades manuais, que é exatamente o que precisamos, pois hoje já vem tudo pronto", explica.

Ele conta que o livro começou com uma ideia de presentear o escritor peruano Óscar Limache, quando este veio ao Brasil. Porém, depois que fez a primeira obra, Márcio continuou empreendendo e não parou mais. Hoje, os livros fazem parte de um selo independente chamado Edições Caiçaras, que pretende lançar outros autores nos mesmos moldes.

Os custos são bem menores do que se fosse pagar por uma publicação. Desta forma, o investimento pode ser revertido para outras criações ou melhor aproveitado. No caso das publicações do escritor, foi criado o DVD com vídeos poemas, entregue junto com o livro "Novo em Folha". Já o "Atro Coração" acompanha outro DVD com cenas teatrais.


E para quem quiser conferir de perto, os livros estarão expostos na II Mostra de Arte Contemporânea Caiçara, onde acontecerá o 10º Sarau Caiçara, com a presença de diversos autores da região e de São Paulo. O evento será realizado no dia 15 maio, às 13h, na Casa da Frontaria Azulejada, em Santos, no litoral paulista.

Por Lívany Salles

Comente