7 dicas para ser uma líder na carreira (e na vida)

Veja como liderar uma equipe, mas antes de tudo, liderar sua vida
liderança-feminina

Foto - Shutterstock

James Hunter, autor do livro “O Monge e o Executivo”, define liderança como a habilidade de influenciar pessoas a trabalhar entusiasticamente para atingir objetivos pré-estabelecidos e em prol do bem comum. Ou seja, o papel de líder é fundamental nas corporações bem sucedidas. 

Qualquer pessoa que queira crescer na carreira deve ter um quê de liderança nos genes. Mas antes de liderar qualquer equipe é preciso se auto-liderar, isso é, definir objetivos, aceitar críticas, aprender com os erros e sempre evoluir pessoal ou profissionalmente.

Para quem acha que ser líder é uma característica que já nasce com a pessoa, saiba que é possível exercitar algumas habilidades. Separamos 7 dicas super fáceis para você começar a praticar a liderança.

1 - Paixão

É fundamental gostar do que se faz. Uma frase do filósofo Confúcio expressa bem esse conceito: “Encontre um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”. Todos nós temos problemas, mas quando fazemos o que gostamos, a paixão vira amor, as dificuldades viram etapas e os resultados acontecem. E você, tem chegado entusiasmado no trabalho com aquela paixão do primeiro dia?

2 - Comunicação

Como tem sido a comunicação com a sua equipe e pessoas ao seu redor? Tem uma frase do publicitário Duda Mendonça que diz que "comunicação não é o que a gente fala, e sim o que o outro entende". Em alguns ambientes corporativos é comum ver funcionários com medo dos seus líderes e, quando estão em algum tipo de apresentação ou recebem instruções de seus superiores, dizem que entenderam por insegurança ou medo. O que pode resultar em um desacordo com o que o líder.

3 - Meta

O filósofo Sêneca já disse: “Não existe vento favorável para o marinheiro que não sabe onde ir”. A meta precisa estar alinhada a um bom planejamento e um ótimo monitoramento. Meta é saber onde deseja ir, planejamento é como chegar e o monitoramento é o acompanhamento que você precisa fazer para este processo ser efetivado com sucesso. 

4 - Disciplina

Disciplina é fazer o que tem que ser feito, ou seja, não adianta fazer apenas o que se tem vontade, mas sim o que for necessário para conquistar o objetivo desejado. E mais: a disciplina precisa estar aliada ao foco. Não adianta atirar para todos os lados e esquecer de focar naquilo que é importante e que realmente  precisa ser feito.

5 - Motivação

Um grande líder precisa saber envolver as pessoas, motivar todos os integrantes da equipe e, com isso, transformar interesses individuais em objetivos comuns. Segundo a teoria do especialista no assunto, o psicólogo David McClelland, a motivação é algo intrínseco, que existe de dentro para fora. E cabe ao líder criar um ambiente motivador para que o próprio colaborador se automotive. Fatores como desafios constantes, reconhecimento, elogio, possibilidades de crescimento profissional e um bom clima organizacional, favorecem para que os números e os resultados cresçam.

6 - Resultados

Nada convence mais do que resultado, portanto, não fique trocando resultado por desculpas. Alguns líderes que não conseguem seus objetivos começam a se justificar e desculpar o tempo todo. Lembre-se ainda que o resultado não deve ser conquistado a qualquer custo ou preço, afinal, o líder deve ser exemplo para os demais.

7 - Equilíbrio

Um verdadeiro líder precisa saber administrar o tempo, conciliar a carreira profissional e a vida pessoal, para não correr o risco de ser apenas um grande líder profissional. Ele precisa ter tempo para poder cuidar dos outros pilares que compõem a felicidade, por exemplo, dedicar-se à família. Afinal, não há sucesso profissional que compense o fracasso pessoal. O verdadeiro sucesso é ser feliz, portanto, aproveite intensamente cada momento, só assim a felicidade será plena.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: mulheres liderança