Jardim – como gastar menos água na rega

Veja dicas para economizar água em tempos de escassez
gastar menos água no jardim

foto: Shutterstock

Ter um jardim não necessariamente implica gastar mais água. Alguns cuidados e recursos são bem vindos para você economizar água, principalmente agora, em tempos de escassez. Mas na hora de regar, como evitar o desperdício de água? Veja a seguir algumas dicas!

Antes de qualquer coisa, verifique se é necessária a rega naquele momento. Para isso, basta colocar o dedo na terra e ver se ela ainda está úmida e, se estiver, a rega poder ser adiada mais um pouco.


Na hora de regar, evite o quanto puder o uso de mangueira. Se for inevitável, escolha aquele modelo com controle de jato. Mas o ideal mesmo é que se use baldes ou regadores, para ter maior controle da água. Se o jardim for muito extenso, um sistema automatizado de irrigação pode ser a melhor saída para controle do uso da água.

Vai chover? Melhor ainda. Deixe a rega por conta da natureza. Caso contrário, evite regar as plantas com o sol a pino, quando a água evapora muito mais fácil. Prefira o fim da tarde ou início da noite.

Reaproveite a água

Antes de regar, um truque: coloque os vazios dentro de um balde. Dessa forma, toda a água em excesso poderá ser reaproveitada em outra rega. Existem outras formas de reaproveitamento para a rega, como a água de enxágue da máquina de lavar, por exemplo. E o sabão diluído dessa água não faz mal às plantas. Além disso, qualquer restinho de água de vasilhame, copo, desde que não contenha uma alta dose de sal, são bem vindas para a rega.

Mas vale frisar: apesar da economia, a rega em si deve ser bem feita, nem dando só atenção às folhas;  é preciso usar a quantidade de água para estimular o desenvolvimento das raízes. 

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: economia de água jardim