6 ervas aromáticas para você cultivar em casa

ervas aromáticas

foto: Shutterstock

Tudo que é bom na vida geralmente tem um bom tempero! Então se você não quer abrir mão desse gostinho delicioso, que tal cultivar ervas aromáticas que são verdadeiros clássicos no prato dos brasileiros? Veja seis deles:

Salsinha - a salsinha é um tempero comum, que pode ser plantado em qualquer vaso ou canteiro fértil. É recomendável o plantio com sementes, que são depositadas na terra misturada a compostos orgânicos. Ao colhê-las, faça-o de forma alternada: enquanto uma muda cresce, a outra é colhida e assim sucessivamente. Ao cortar, tire todo o galho e não apenas as folhas, eliminando as partes mortas. A rega deve ser diária ou sempre que a terra estiver seca.

Orégano - por ser um pouco "agressivo" é recomendável separá-lo de outras ervas. A espécie requer solo adubado com matéria orgânica, irrigação diária e exposição direta ao sol por algumas horas. Para manter seu uso gastronômico, deve ser replantado a cada dois anos, porque a retirada constante das folhas faz com que ele perca força.

Manjericão - A erva vai bem em vasos, desde que sejam amplos. Para crescer de maneira adequada, o ideal é que esteja isolado, mas se o cultivo for em canteiro compartilhado, agrupe o manjericão com outras plantas de maior porte. Sua poda é feita pelas pontas e deve ser realizada aos poucos. O solo precisa ser rico em matéria orgânica e irrigado todos os dias. A planta ambienta-se melhor em espaços mais frescos, mas necessita de sol pleno, por pelo menos quatro horas diárias.

Alecrim - O alecrim para uso culinário pode durar mais de três anos. A planta é forte e de sol pleno (pede luz natural direta por pelo menos por quatro horas por dia). A rega é necessariamente diária e a adubagem também deverá ser regular (uma vez por mês). Revolva o solo superficialmente a fim de misturar a matéria orgânica e aerar a terra.

Coentro - O coentro pode ser cultivado em lugares ensolarados ou em sombra parcial. Cultive o coentro em solo bem drenado, rico em matéria orgânica. Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido quando a planta é jovem. Quando a planta atingir um bom desenvolvimento, as regas devem ser mais espaçadas. O coentro pode ser cultivado em vasos e jardineiras, de preferência com pelo menos 30 cm de profundidade, pois a planta tem uma longa raiz primária. A colheita das folhas do coentro pode começar de 30 a 70 dias depois da germinação. Para a colheita das sementes, os frutos podem ser colhidos quando estão amarelados ou quase secos.


Cebolinha - a cebolinha aguenta períodos de frio ou calor mais intensos e sua poda é feita por extração do bulbo ou corte das folhas na altura da base, para que cresçam novamente. O replantio é simples, por sementes ou divisão de touceiras, assim como o capim-limão ou o alecrim. Para o plantio comum, associe-a apenas às plantas de pequeno porte, como a salsa. Para um bom desenvolvimento, ofereça sol pleno diariamente.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: temperos ervas aromáticas