Tratamento para queda de cabelos

Tricotilomania. Já ouviu falar? É simplesmente aquela nossa mania de puxar os fios de cabelos até que caiam. O problema é que esse simples hábito está associado à queda de cabelos, conforme Meire Brasil Parada, dermatologista da Unifesp.

Ela também cita outros motivos para a queda, também chamada alopecia. “Dieta errada (má alimentação ou regimes radicais), anemia, infecções, estresse emocional, problemas hormonais, doenças venéreas (como a sífilis), agressões externas (tratamentos químicos) ou pela genética.

Independentemente do motivo, a queda de cabelos costuma acarretar sérios problemas emocionais e de auto-estima. A auxiliar de enfermagem Marina de Jesus, por exemplo, foi vítima da queda por estresse. “Quando meu pai faleceu fiquei tão nervosa, que meu cabelo não parava de cair, até hoje estou em tratamento, mas tem que ter paciência”, relembra ela.

Já a queda por motivo genético apresenta características específicas. Ainda de acordo com a dermatologista Jackeline, “aparecem entradas e coroinhas. Em algumas situações, o paciente reclama que o cabelo está afinando, mas não sente ele cair”.

O tratamento da queda de cabelos é feito com complexos vitamínicos e loções tópicas, que exigem muita paciência e disciplina, pois precisam ser aplicadas diariamente e o resultado só é visto após dois ou três meses. “Se a queda for por estresse é preciso buscar meios de curá-lo, se for devido à anemia, tem que tomar vitaminas, repor ferro, etc”, completa Jackeline Mota.

Fonte - MBPress

Comente

Assuntos relacionados: alopecia queda de cabelo