Shampoo sem sal: um mito?

Shampoo sem sal um mito

Uma dúvida permeia as mulheres que buscam produtos para tratar suas madeixas com qualidade: shampoo sem sal, na verdade, é mesmo melhor que aqueles "com sal"? "Os produtos sem este componente têm a finalidade de serem menos agressivos aos cabelos, principalmente para aqueles que estão debilitados por processos químicos ou colorações, bem como por agressões externas, como sol, poeira, umidade, entre outros", diz Jann Zampiroli, farmacêutica bioquímica da Biotropic Cosmética.

Porém, os shampoos sem sal não se diferenciam muito dos outros. Segundo Marcos Coraza, hairstylist do Gilberto Cabeleireiros, "quando um shampoo vem escrito nos rótulos ‘sem sal’, significa que você não vai encontrar o cloreto de sódio (sal de cozinha) na formulação, mas tem lauril que também é um sal." A desvantagem que o shampoo com sal pode causar é que, se usado em excesso, pode irritar os olhos, a pele e o couro cabeludo.

O sal, na verdade, é usado para produção de espuma no cabelo. "Os fabricantes de shampoo sem cloreto utilizam outro tipo de agente espessante, responsável por dar a consistência e ajudar na formação de espuma." Afirma Jann.


Em suma: shampoos sem sal são recomendáveis para quem já utilizou alguma química - como progressiva ou tintura -, mas não fazem muita diferença em relação aos shampoos comuns. De qualquer forma, a recomendação continua a mesma, conforme recomenda Jann: "Após a lavagem, é importante aplicar os demais itens que compõem a linha, como condicionador, creme para pentear, outros finalizadores e as máscaras de tratamento, pelo menos a cada 15 dias."

Por Bárbara Ariola (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: shampoo shampoo sem sal