Shampo faz mal à saúde? Mulher fica 5 anos sem lavar o cabelo por medo

Lavar o cabelo

Foto: Reprodução/ LittleOwlCrunchyMomma

Quanto tempo você fica sem lavar o cabelo? Dois dias? Três? A norte-americana Jaquelyn Baers está há cinco anos sem lavar os fios com shampoo. Pois é. Depois de adotar uma alimentação orgânica, há 9 anos, ela resolveu dar uma revolucionada nos seus hábitos e cortar qualquer tipo de ingrediente que acreditasse ser altamente tóxico.

Em seu blog, a morena contou a experiência e chegou a chocar muitos leitores, que acharam bem estranha a opção e ainda comentaram sobre o suposto mau cheiro que estaria em sua cabeça.

Ainda assim, a blogueira seguiu determinada. Antes de radicalizar apenas para o uso de água, ela optou por usar shampoos e condicionadores orgânicos. Por serem caros, a última opção de Jaquelyn foi uma mistura caseira de vinagre de maçã e fermento em pó. "Mesmo assim não estava dando certo. Meu cabelo ficou seco e gorduroso", disse.

Desde então, faz três anos que ela só lava os fios com água. O marido também é um adepto da novidade. Por incrível que pareça, Jaquelyn garante que seu cabelo agora é "supersaudável".

Segundo o diretor de cosmetologia da SBE (Sociedade Brasileira de Educação Farmacêutica, Nutracêutica e Cosméticos), Lucas Portilho, essa prática não é recomendável. Mesmo porque o shampoo não oferece mal algum à saúde.

O farmacêutico explica que só a água não consegue retirar a oleosidade do cabelo - composta por sujeira, gordura e resíduos do couro cabeludo. "Só se conseguir um belo jato forte de água", detalha.

Portilho contou o processo químico pelo qual passam alguns shampoos para elucidar quanto às possíveis substâncias "tóxicas", como Jaquelyn acredita ter, no produto final.

"Para que a gordura saia do cabelo é preciso um produto que consiga unir o óleo e a água. Para isso, existe uma composição química que chamamos de ‘tensoativos’, que é o princípio básico do detergente e do sabão também. Durante o processo de sua fabricação, pode acontecer uma reação que forma um subproduto, algo indesejável. No caso do shampoo seria o dioxano, substância considerada cancerígena, que é removida do processo. Portanto, o shampoo vai com quantidades mínimas de dioxano, algo que chamamos de parte por milhão", esclarece.

Mas e agora? Shampoo dá câncer ou algum risco à saúde? De forma alguma. Isso é mito. "Nenhum estudo ou pesquisa comprovou riscos quando ao uso do shampoo", afirma Portilho.

O especialista ainda deixou claro: "Ficar sem lavar a cabeça pode causar excesso de sebo no couro cabeludo, consequentemente seborreia que, desenvolvendo microorganismos e bactérias que se alimentam desse sebo, pode terminar em uma dermatite seborréica".


Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: shampoo xampu