Pré-chapinha: a eficácia dos produtos termoativados

Produtos termoativados

Foto Divulgação

Santas chapinhas. A salvação para os cabelos que insistem em ser “indisciplinados”. Apesar de práticas não é indicado usá-las a toda hora. Para quem já incluiu o apetrecho no dia-a-dia é necessário preparar as madeixas.

Como o calor excessivo fragiliza os fios, especialmente aqueles que já sofreram processos químicos, é preciso antes de tudo fazer uma escova básica que facilita a aplicação. Separe as mechas e comece o alisamento pela raiz, com a mão reta e levantada, na metade do comprimento abaixe a mão e solte a mecha. E nunca, pare na metade ou mesmo passe duas vezes na mesma parte separada dos cabelos.

Também não se esqueça de usar produtos termoativados ou protetores térmicos. “Eles são ideais para quem costuma fazer chapinha ou escova em casa, porque não dá para fazer da maneira correta, na velocidade e distância que o profissional consegue”, explica o cabeleireiro Marcos Coraza.

Muitos defrizantes são termoativados. Além de proteger contra o calor do secador ou da chapinha, também impedem a entrada de água e prolongam o efeito da escova.

Como a consistência é parecida com um reparador de pontas, “o ideal é aplicar um pouco nas mãos e espalhar no sentido do comprimento às pontas, sempre antes da escova”, explica Coraza.

Protetor térmico pré-escova e pré-chapinha Hair Dry possui em sua composição silicones especiais e queratina, tornando mais fácil o penteado e oferecendo um volume ideal. Já o Serum Defrisante, com silicones especiais, vitamina E, sela as cutículas dos fios, dando um brilho intenso e protegendo-os contra o calor do secador e da umidade do ar. Tem ainda efeito anti-friss.

Por Juliana Lopes

Comente