Pontas duplas no verão

Pontas duplas no verão

Quando não é o vento ou o frio que trazem sérios danos à saúde dos fios são as altas temperaturas que junto com o sol e a umidade deixam as madeixas opacas, por conseqüência as pontas também ficam ressecadas, com aspecto de palha. O que ainda contribui para a formação de pontas duplas é o excesso de tratamentos químicos, entre eles, descoloração, alisamentos ou tinturas.

Se o cabelo está fragilizado acaba se rompendo, assim as pontas se dividem em mais de um pedaço, e ganham o aspecto que todas as mulheres conhecem. Manter o hábito de cortá-las pelo menos de três em três meses é importante para que se renovem, mas para evitar que as pontas se quebrem mais rápido do que se imagina também é necessário manter a hidratação em dia e usar os chamados reparadores de pontas, principalmente após o banho, quando os fios ainda estão úmidos.

"Ele envolve a cutícula capilar com uma película protetora, ajuda a unir as pontas e desembaraçar, dando movimento natural ao cabelo. O ideal é usar o produto com moderação. O uso exagerado deixa o cabelo com aspecto pesado, melado e sujo", explica o dermatologista Marcelo Bellini. Quando você perceber que exagerou na dose use também um bom shampoo antirresíduos pelo menos uma vez por semana.

Outra forma de manter a beleza dos fios, e das pontas, é evitar banhos quentes, chapinha ou mesmo o secador. O dermatologista indica principalmente para esta época um bom leave in, para ser usado antes de ir à praia, pois ele age também comum um protetor dos fios.

[galeria]

Bellini explica que a água do mar é rica em NaCl (cloreto de sódio), substância que abre demais as cutículas do cabelo, deixando o fio mais poroso. "O resultado disso é uma perda maior de líquido na fibra capilar. Os cabelos perdem a maciez, ficam opacos e profundamente secos".


Segundo o dermatologista, o produto nunca deve ser aplicado no cabelo seco. "O uso abusivo de leave-in pode deixar o cabelo oleoso e pesado. O correto é utilizar pequenas quantidades do produto, aplicá-lo do meio para as pontas, nunca na raiz dos cabelos", completa.

Por Juliana Lopes

Comente