Novidades em alisamentos e redução de volume dos cabelos

Alisamentos

Foto: Shutterstock

Há quem diga que, hoje, as mulheres se cansaram de ter os fios lisos e estão apostando no cabelão ao natural, crespos ou cacheados. Mas os salões de beleza ainda ganham sua vida através das químicas. Quais as novidades do mercado em alisamento e redução de volume para os cabelos menos disciplinados?

Pelo uso equivocado do formol, que causa muitos danos à saúde, as escovas progressivas não são as preferidas do consultor Luiz Zanara do Studio Gladys Acosta. "Podemos citar algumas outras químicas de alisamento e redução de volume dos cabelos, que têm excelentes resultados sem comprometer a saúde ou beleza dos fios, a exemplo da Wella Strate ou da X-Tenso, da L´oreal", indica ele.

Esses dois produtos já existiam no mercado, mas agora têm uma novidade interessante: cada produto traz sua variação para intensidade ou sensibilidade de cada fio. Eles permitem, inclusive, o descoloramento em mechas, que era um dos grandes receios de quem fazia a química de alisamento.

"Existem ainda algumas escovas ácidas que não possuem formol na sua fórmula, mas promovem o alisamento dos fios por meio do aquecimento do produto com chapas ou secadores (criando o efeito por combustão). É o caso da Escova Salvatore, Botox Capilar, entre algumas outras", adiciona o profissional. E, segundo ele, nenhum desses tratamentos possui a adição de hidróxido dioxílico (que libera formol quando aquecido) em sua fórmula.

E só para reduzir volume dos cabelos?

E não podemos nos esquecer da cauterização, que, mesmo não sendo um alisamento propriamente dito, proporciona uma redução temporária que trata e alinha a cutícula dos fios. Com a razoável redução do volume, as pessoas associam o tratamento com o efeito liso, o que funciona bem para quem não deseja tratamentos definitivos, nem um liso muito chapado.

Mas a X-Tenso e a Strate causam uma mudança irreversível nos cabelos, precisando apenas de retoques à raiz. Outra característica desses dois tratamentos é sua base de triglicolato de amônia, que não provoca perda de massa nos fios, como o que acontece com o uso de guanidina. "Não que seja um ruim e outro bom. Às vezes, em um cabelo volumoso, com fios grossos, a guanidina reduz a massa, o que é vantagem. Depende do efeito que se quer", pondera Luiz.

E é justamente isso que você precisa deixar claro para o seu profissional: o efeito desejado. Esse acordo decidirá se você terá um cabelo super liso ou apenas cachos soltos e naturais, além de ditar o tipo e intensidade do tratamento. O valor também dependerá da análise do profissional e tamanho e estrutura do fio.

Cuidados pós-alisamento

"Quando o cabelo é tratado quimicamente, as pessoas não podem abrir mão de um bom shampoo e uma boa máscara", alerta o profissional. Sem falar em cuidados diários, como desembaraçar os fios com pentes de dentes largos e sempre de baixo para cima para evitar a quebra. Com esses cuidados, você só precisará se preocupar em curtir o visual perfeito, saindo linda por aí.

* Serviço: Studio Gladys Acosta.


Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: escova progressiva alisamento