Escova progressiva - o que fazer quando a raiz cresce?

Escova progressiva

Quem deseja dar adeus aos cabelos enrolados ou crespos não se importa de passar horas e horas no salão de cabeleireiro fazendo uma escova progressiva. O problema é que o que é belo dura pouco e aquela raiz enrolada começa a apontar e comprometer a beleza do visual. O que fazer nesta hora?

Segundo o hairstylist Marcio Mello, do salão carioca Éclat, a escova progressiva dura em média seis meses e quando a raiz cresce, uma sugestão é fazer relaxamento somente na raiz. "Isso porque relaxar um cabelo que tiver química é perigoso, ele pode cair", alerta. "Por isso é preciso ter muito cuidado ao escolher o local para aplicação desse tipo de tratamento. Quando mal feito pode trazer sérios riscos ao couro cabeludo".

Outro probleminha chato que revela não só o fim próximo da escova progressiva, mas também o descuido com os cabelos são as pontas espichadas. "Na primeira aplicação já se nota o problema, se a cliente não cuidar. Mas, normalmente, as pontas entram em estado crítico depois da terceira escova. Para isso, hidratações constantes são essenciais", recomenda Mello.

Para esconder a raiz enrolada a mulherada faz de tudo, mas tanto esforço sem orientação pode sair caro. "As clientes têm a péssima mania de abusar da chapinha e fazer escova progressiva como se estivesse colocando água nos fios. Não pode! O cabelo precisa ser sempre analisado antes pelo hairstylist para saber se aguenta tanta química", diz Márcio.


"Nos cabelos que não são lisos, não tem jeito de disfarçar. O cabelo vai voltar a ondular, enrolar e armar. Quando a questão for só volume, a cliente pode apelar para produtos anti-frizz, que controlam os cabelos e os deixam mais ralos", completa.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente