Dê adeus ao frizz!

Dê adeus ao frizz

Foto: amanaimages/Corbis

Imagine a cena: você passa um tempão ajeitando o cabelo com protetor capilar, escova e chapinha para deixá-lo lindo e com aspecto saudável. Daí você sai na rua e se depara com aquela garoa fina. Aposto que além de visualizar você imaginou a cena seguinte: o frizz apareceu, aqueles cabelinhos arrepiados que costumam surgir especialmente em dias mais úmidos.

Na verdade, eles nada mais são do que os fios que quebraram e, agora, estão em crescimento. E toda mulher detesta porque eles aparentem desleixo e parece que nem penteou a cabeleira. No entanto, existem alguns truques que escondem o problema, embora o melhor seja a prevenção, como tratar os fios sempre com produtos ricos em agentes catiônicos, que depositam uma camada de silicone na superfície repelindo a umidade.

O cabeleireiro Ricardo Cassolari, da TRESemmé, sugere não lutar contra eles, até porque não podemos controlar o clima. "Como a tendência é usar cabelos com mais textura e movimento natural, aproveite o momento e assuma o cabelo como ele é, use com mais ondas e movimento. Bonito é estar à vontade. A era da chapinha passou", exclama o profissional.

Quem prefere soluções mais práticas, prender o cabelo é sempre uma alternativa. Faça rabos de cavalo, coque banana com o lápis que são rápidos e elegantes. Outra forma consiste em ter na bolsa alguns produtos como sprays para pentear, presilhas e acessórios. Assim, num momento de emergência, você pode retocar a textura dos fios e controlar o volume.

Agora dá uma lida nessa seleção de dicas que levantamos para você não ser pega de surpresa após dar aquela tratada no cabelo.

Produtos antiumidade

Esses produtos criam uma espécie de capa nos fios, blindando as cutículas sem deixar que a umidade entre no cabelo. Existem produtos específicos para isso, os chamados defrizantes, além de leave-ins com pH um pouco mais baixo.

Pomada

Para abaixar os fiozinhos, outro produto indicado é a pomada. Além de assentar os danados, diminui o volume do cabelo. No entanto, atenção à quantidade: se passar muito, seu cabelo pode ficar com aspecto pesado, além de oleoso em excesso. Para as cacheadas prefira mousse.

Pente de madeira

Um dos causadores do frizz é a eletricidade estática que pode vir do atrito entre o pente e o cabelo. Por causa de suas características moleculares, o pente de madeira não permite que a eletricidade passe, fazendo com que ela não chegue a seus cabelos. O mesmo não acontece com o pente de plástico. Aquele cabelinho teima em ficar para cima? Passe um pouco de spray de leve fixação em um pente largo e dê uma leve penteada.

Banho de água fria

Você não precisa tomar banho gelado se não quiser. Para selar as cutículas do cabelo, basta um jato ao fim do banho. Essa medida também diminui o volume do cabelo. Um jato frio com o secador causa efeito parecido. Seque o cabelo com ar quente e, depois, jogue ar frio por todas as direções, da nuca para frente, de um lado para o outro. Você vai ficar com um cabelo muito mais natural.

Rabo de cavalo

Às vezes, usar a moda a seu favor pode ser uma solução ainda mais esperta. Abuse de lenços, tiaras de diversos tamanhos e cores, rabos-de-cavalo, tranças, penteados desconectados e muitas outras opções de penteados e acessórios. Até mesmo um pequeno tic-tac pode resolver seu problema de maneira simples e criativa. Divirta-se!

Creme para cabelos

O trabalho de combate ao frizz é extensivo e não deve se resumir aos dias de desespero na frente do espelho. Vale lembrar que esses arrepiados nada mais são do que fios que, outrora, quebraram. Assim, é necessário ressaltar a importância de manter o cabelo bem cuidado e forte. Isso é adquirido com hidratação (pode ser caseira), cortes frequentes, tratamentos reconstrutores e muito cuidado com coloração e alisamentos. Fora isso, uma alimentação bem saudável também é essencial.


Por Natália Farah

Comente