Caspa - O mal dos cabelos oleosos

A cabeça coça, as roupas ficam com pontos brancos e o couro cabeludo sofre descamações. Quem tem caspa passa por incômodos diários e pode viver situações constrangedoras. Afinal, o que fazer quando sua cabeça coça de uma maneira irritante e você está em público?

A caspa é resultado de uma maior atividade glandular sebácea. O aumento de oleosidade acarreta na descamação do couro cabeludo, o que gera os pontinhos brancos nos fios e nas roupas. “Ela acontece por predisposição genética e pode ter como gatilhos a colonização pelo fungo Pitvrosporum ovale. O tempo seco frio, algumas drogas, como corticóides orais, e estresse emocional, são fatores que pioram o problema. Algumas doenças hormonais ou redução da imunidade também podem agravar o quadro”, explica a dermatologista Flávia Addor, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia Regional São Paulo.

Essa é a forma mais leve da dermatite seborréica, que atinge apenas a região dos cabelos e gera coceira e incômodo. O tipo mais grave, quando é inflamatória, pode gerar coceira intensa, descamação mais significativa e até mesmo lesões no couro cabeludo. “Essa sim é considerada uma doença”, diz a dermatologista.

É mais comum acontecer casos de caspa entre homens adultos, isso porque a glândula sebácea é ativada pelos hormônios sexuais masculinos. Mas as mulheres não estão livres desse mal. Ao contrário do que muitas pensam, o uso de cosméticos não desencadeia a doença. “Cosméticos não causam caspa, mas sim dermatites de contato, que podem ser descamativas”, afirma Flávia.

Para o tratamento, são utilizados produtos tópicos à base de ácido salicilico ou remédios para fungos. Em casos de muita inflamação e coceira, podem ser usados corticóides tópicos.

A caspa não evolui, mas precisa de acompanhamento contínuo para ser tratada. “Caspa não é contagiosa e nem é falta de higiene”, lembra a especialista. O importante é procurar um dermatologista para descobrir a causa da dermatite e utilizar o tratamento adequado. O incômodo tem solução!

Fonte - MBPress

Comente