Cabelos saudáveis no verão!

Cabelos saudáveis no verão

Nas altas temperaturas não é somente a pele que sofre. Sol e vento deixam os fios sem vida, sem brilho e opacos. O resultado ainda é pior se os cabelos passam constantemente por processos como relaxamento, colorações ou reflexos. Portanto já está na hora de montar seu kit de primeiros-socorros e passar o verão com as madeixas lindas e soltas, sem surpresas desagradáveis quando você chegar da praia e olhar no espelho.

O Vila Batom separou algumas dicas para cuidar dos vários tipos de madeixas na estação. Para todas elas, uma dica é sempre válida. Antes de sair de casa faça uma trança ou um rabo de cavalo com elástico revestido em tecido, com o cuidado de não esticar muito os fios, uma forma de evitar a quebra.

Cabelos tingidos - eles acabam desbotando porque a radiação UVA e UVB penetra nas fibras capilares e atinge a melanina, pigmento responsável pelas nuances das madeixas. Resultado: os escuros ficam avermelhados e os loiros ganham um amarelado feio. "Os ruivos tingidos são os que mais sofrem, se não tratados logo perdem o brilho", acrescenta Francisco Oliveira, hairstylist do Espaço Beleza Adf.

Evite: tire a chapinha e o secador de circulação, o calor vai deixar os fios com o aspecto de mais desbotados. Ao contrário do que muita gente pensa, não é colorindo outra vez que você vai resolver o problema. Além do problema voltar, os cabelos ficaram ainda piores, pois eles precisam de hidratação para recuperar a maciez e o brilho. Procure usar um chapéu de abas largas e trama fechada, e um bom protetor capilar antes de tomar sol ou mergulhar no mar/piscina.

Use: no mercados existem várias linhas completas com xampu, condicionador, máscara e leave-in, específicas para isso. Há também a possibilidade de aplicar um shampoo tonalizante, que vai fechar as cutículas e proteger as madeixas. Mas sempre faça isso com o seu cabeleireiro que vai usar o mesmo tom do seu cabelo, mesmo porque ele também consegue igualar a cor e deixar o resultado mais natural.

Cabelos loiros (tingidos ou naturais) - ficam esverdeados por conta do excesso de cloro da piscina, ou também do cobre que sai dos encanamentos antigos. As substâncias atingem a queratina dos fios e também a melanina, oxidando-os. "Tingidos por coloração ou descolorante têm as cutículas mais abertas, porosas, e, conseqüentemente, absorvem mais o cloro. A prevenção já começa logo após a tingimento, com a aplicação de um tonalizante para fechar as escamas", explica Oliveira.

Evite: ir à praia ou piscina com os cabelos sem proteção. Invista em um bom produto com filtro solar e que resista aos mergulhos. Deixe os cabelos molhados, até a água mineral antes de mergulhar tem ação protetora.

Use: shampoo antirresíduos pelo menos uma vez por semana, mas, como se sabe, ele costuma abrir as cutículas. Portanto, após o uso, aplique uma máscara de hidratação profunda.

Cabelos crespos (com relaxamento, escova progressiva ou outros métodos com químicas) - "Como esses fios não retém água, ficam mais crespos ainda, ásperos e opacos", explica Ruben Navarro, da rede Walter's Coiffeur. Durante esses tratamentos, os cabelos perdem a queratina e a elasticidade, assim ficam mais fracos e suscetíveis a formação de pontas duplas. Portanto, aumente os intervalos do uso de secador, chapinha e químicas.

Use: além de manter os tratamentos de rotina para nutrir os fios é também necessário recorrer aos cremes protetores na praia. E no dia-a-dia, sempre cremes sem enxágüe. Máscaras enriquecidas com queratina ajudam a repor os lipídios naturais, já as de silicone, selam as partes mais danificadas. Se você costuma usar finalizadores escolha aqueles com filtro solar, as madeixas ficarão protegidas durante os passeios ao sol, mas certamente o produto não vai agir mais se você entrar na água.

Cabelos lisos - "Quando se encontram sem vida e porosos, principalmente no verão, é necessária a hidratação", explica Rubens. Com a exposição ao sol, muitos deles ficam opacos e ressecados, pois perdem as ceramidas, responsável por manter as escamas unidas. Elas se abrem e permitem a entrada dos agentes externos.

Use: máscara com maior capacidade de hidratação, duas vezes por semana. Também opte por produtos capazes de devolver o brilho aos cabelos, entre eles, o extrato de pérola. E ainda chapéu e filtro solar capilar na praia.


Excesso de oleosidade

Com o sol em excesso, o couro cabeludo fica descamado e produz mais glândulas sebáceas com a intenção de se proteger. Muitas vezes, a conseqüência disso é a oleosidade na raiz e, claro, a aparência de cabelos sujos.

Evite pequenos hábitos podem ajudar. Entre eles não passar as mãos na cabeça toda hora, assim você passa a oleosidade da raiz para o restante dos fios. Cuidado com os finalizadores e cremes sem enxágüe, eles deixam os cabelos com a aparência de "pesados". Use mais bonés e chapéu e lave os cabelos todos os dias, mas não esfregue muito o couro, pois vai estimular ainda mais a produção das glândulas. Quem optar pelos cremes solares pode usar shampoo antirresíduos para evitar o acúmulo de substâncias.

Por Juliana Lopes

Comente