Cabelos com luzes: veja os diferentes tipos de técnicas

Foto: TodaBeleza

Como todo verão dita tendências em cabelos, muitas mulheres aguardam essa época do ano para mudar o visual e usar cabelos com luzes. Se essa é sua praia e você tem vontade de fazer mechas, existem algumas opções bacanas, é só escolher a quem mais tem a ver com seu estilo!

As luzes californianas, por exemplo, é um método bem conhecido da mulherada e é cara do verão, pois dá aquele efeito "cabelo de praia", com mechas douradas, como se estivessem queimadas de sol. O termo surgiu com inspiração nos surfistas da Califórnia, que tinham o cabelo mais vulnerável ao sol e a água salgada do mar, deixando os fios mais aloirados nas pontas. Nos salões, a técnica é feita cerca de cinco dedos do comprimento até as pontas. Os tons mais requisitados se encontram entre os quentes e frios, como o champagne e o loiros.

No entanto, outras variações da californiana estão vindo com tudo nos salões, como as mechas texanas e as mechas malibu. As mechas texanas é uma versão do ombré hair, ou seja, aquele efeito degradê. O que diferencia é a disposição das mechas nos cabelos, que ficam por baixo das madeixas. Mesmo sendo de efeito degradê, são criadas diferentes nuances até quatro tons mesclados de forma bem sutil. Diferente da californiana, a texana faz um efeito mais marcado. A raiz fica com a cor natural e já a partir da área dos olhos o cabelo começa a clarear gradativamente até as pontas. Bastante indicado para quem tem cabelo castanho-claro ou loiro escuro.

As mechas malibu segue os mesmo moldes da técnica do degradê, o que muda é que as mechas são mais suaves, seguem da raiz às pontas sem marcação e podem ser usadas de um a três tons, dando um aspecto mais natural ao cabelo. Ótimo para morenas que querem clarear os fios sem radicalizar, dando apenas uma leveza ao tom.

Seja californiana, texana ou malibu, todo o procedimento de coloração tem uma técnica específica para chegar ao resultado almejado.

Luzes com touca ou papel?

Agora outra dúvida: fazer as mechas/luzes na touca ou no papel? A touca tende a iluminar o rosto, com mechas bem finas e são ótimas para cabelos mais claros e uniformes. No entanto, hoje em dia a touca não é aconselhada por muitos profissionais. Segundo alguns especialistas o fio arrebenta durante o processo de puxar as mechas, além de deixar a nuca escura, porque a touca não deixa a coloração chegar nessa área do cabelo.

O papel laminado deixam as mechas mais marcadas, o espaço entre claro e escuro fica bem definido. Consegue-se controlar a espessura, os fios ficam uniformes tanto na raiz como nas pontas, todo o cabelo é pintado igualmente tanto na raiz como nas pontas. O laminado é o material mais usado pois ele esquenta os fios, o que abre a cutícula da fibra capilar e faz o descolorante agir de forma mais rápida.


Por Jessica Moraes