Cabelos castanhos - será que a moda pega no verão?

Cabelos castanhos  será que a moda pega no verão

Alinne Moraes em "As Cariocas". Foto Divulgação Globo

O verão ainda não deu o ar da graça. Talvez por isso a cor castanha ainde reine absoluta nos salões. E não pense que Grazi Massafera, Carolina Dieckmann, Fernanda Souza ou Alinne Moraes trouxeram a tendência. Ela veio muito antes, de um estilo básico de vida das norte-americanas que ganhou até uma expressão "back to brown" (a volta do marrom).

"No momento, os tons mais procurados são o caramelo, o mascavo - super atual em Nova Iorque e na Europa - e os marrons no tom chocolate, com uma leve variação para os dourados", aponta o cabeleireiro Rodrigo Ferreira, do Studio W Higienópolis

.

A cor deixa a mulher com um toque mais recatado e ainda dá mais seriedade. "Sem contar que o cabelo castanho proporciona uma redução de gastos e tempo no salão por isso pode ser adotado por algumas mulheres. Acredito que no verão as mechas loiras não vão deixar de existir, mas uma boa parte deve adotar a cor mais escura. Um cabelo castanho bem cortado vende tão bem quanto o loiro", opina o cabeleireiro Falks do salão Yes.

Na opinião de Ferreira, o tom não deverá fazer a cabeça da mulherada na próxima estação. "Verão é a estação das loiras e das super loiras com peles bronzeadas, principalmente porque o tom castanho é uma cor de difícil manutenção no verão pela sua fácil oxidação com o sol", defende.

Mesmo assim, para quem pretende adotar os cabelos mais escuros, mesmo nos dias quentes, Falks ressalta que a cor fica melhor em morenas de pele clara. "Com o cuidado de escolher o corte de acordo com o formato de cada rosto", acrescenta.

[galeria]

Na opinião de Rodrigo, por conta de o castanho ser uma cor monocromática dois fatores precisam ser levados em consideração: o tamanho dos fios e o tom de pele. "Cabelos castanhos nunca devem ser muito compridos. Como é uma cor muito fechada (escura), pode acabar pesando o look. Deve ser usado em mulheres de tom de pele rosado, para não abater a cor", aponta.

Os cuidados se estendem principalmente entre as loiras que desejam escurecer os cabelos. No caso de Sabrina Sato, a mudança radical deu certo porque foi analisado antes o tom de cabelo natural e a química a ser usada. Segundo Falks, quem está com essa ideia em mente deve se preparar porque sustos acontecem caso você não esteja acostumada com a cor.

"Eu achei que ficou muito bom na Carolina Dieckman, por ela ter uma pele naturalmente rosada. Na Debora Secco, por ter escolhido uma nuance natural e na super Keira Knigthtley, que exibiu seu novo look mascavo no desfile da Chanel".

Na hora de passar dos loiros para os castanhos, o cabeleireiro do Studio W indica primeiro diagnosticar o tom correto e aplicar uma pré-pigmentação antes de proceder com a definição da cor certa. E para não desgastar o fio, ele aconselha começar tonalizantes, sem amônia. Quem costuma pintar os cabelos em casa deve usar o próprio tonalizante, pois o seu efeito não é duradouro.


Se você está na dúvida, que tal experimentar o visual castanho no nosso Simulador de Beleza?

Por Juliana Lopes

Comente