Alongamento com fita: conheça essa nova tendência

Técnica tem como diferencial a praticidade
alongamento-com-fita

Foto - Divulgação

Cabelos mais longos e sem gastar horas no salão de beleza. Essa é a proposta do alongamento com fita, o substituto do antigo mega-hair. A nova tendência é aplicada com uma fita cirúrgica, que não agride os fios.

De acordo com o hair stylist do Espaço de Beleza Platinum Visage, trata-se de uma técnica importada dos Estados Unidos, que não danifica as madeixas e tem o resultado mais natural.

“As mechas são afixadas com uma fita adesiva e ficam muito finas, praticamente imperceptíveis. É uma ótima opção para quem não quer apenas comprimento, mas, também, volume”, explica Saldanha.

O diferencial, segundo o hair stylist, está na praticidade, já que a cliente não precisa comprar cabelos separadamente, para tratá-los, tonalizá-los e depois aplicá-los. “O cabelo já vem pronto, em mechas finas, com extensões de 30 a 60 centímetros e da cor das mechas da cliente. Conseguimos todos os tipos de tons entre loiros médios, platinados, castanhos claros e escuros, além do preto.

Para aquelas que preferirem usar o aplique somente para dar um visual diferente, é possível trabalhar com as cores fantasias, como rosa, púrpura, azul e roxo”. 

Além dessa facilidade, outro ponto interessante do alongamento é a manutenção, uma vez que a cor do cabelo dura, aproximadamente, um ano. “É necessário uma visita ao salão entre dois e três meses, por causa do crescimento dos fios. O processo é simples: descolamos a mecha e a colamos, novamente, rente ao couro, sem agredir o cabelo que cresceu e, muito menos, perder mechas, como ocorre com os outros tipos de alongamento”, destaca Saldanha.

Vale ressaltar que o investimento varia conforme a extensão do alongamento. Trata-se de uma economia muito significativa, pois a mulher não precisa se desgastar com a compra de cabelos e nem investir na adequação da cor.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: alongamento de cabelos