8 cuidados para evitar a queda de cabelo

cuidadosquedadecabelo

© Tetra Images/Tetra Images/Corbis

Se você sofre com queda de cabelo, está na hora de obter um cabelo mais forte e saudável! Para quem acha que a solução está em produtos super caros, saiba que os cuidados com os cabelos são simples, mas devem ser feitos diariamente.

Confira 8 dicas dos especialistas para que suas madeixas recuperem o fortalecimento de antes e dê um chega para lá na queda capilar:

Limpeza em primeiro lugar

Os cabelos não caem porque estamos lavando o couro cabeludo, ao contrário. A má limpeza pode causar caspa ou descamação, feridas, dor e coceira no couro cabeludo. E quando ele fica sujo por muito tempo a sujeira pode favorecer e agravar a queda de cabelos.

Escova certa

Sabia que usar a escova errada pode danificar os fios, deixando aquele aspecto de cabelos quebrados? Os cabeleireiros indicam as escovas com pinos que apresentam bolinhas de massagem na ponta, que protegem o couro cabeludo e oferecem mais leveza na hora de desembaraçar.

Fios molhados, cabelos soltos

Prender os fios ainda molhados é levá-los a suicídio. Manter o couro cabeludo molhado por muito tempo faz juntar fungos e criar caspa, além de enfraquecer a raiz e provocar a queda. Se você quer evitar que eles sequem e fiquem depois com aspecto armado, use um leave-in e evite exposição ao vento enquanto a cabeça seca.

Chapinha com cabelo molhado não!

A recomendação vale para a chapinha, que não deve ser usada nos cabelos molhados. O método vai deixar os fios são profundamente agredidos, além de queimados, o que facilita a quebra. E sabe qual o único jeito de consertar? Cortando. Portanto, antes de usar a prancha seque bem os cabelos. Nem úmidos eles podem estar, ok?!

Sem cigarro e menos álcool

Agora se você fuma, largue imediatamente o cigarro. É provado cientificamente que o fumo, por produzir radicais livres em nosso corpo, facilita a queda capilar. Os radicais livres promovem inflamação em alguns tecidos, incluindo a pele do couro cabeludo. Toda inflamação poderá promover aumento da queda de cabelos. Já se o seu problema é o excesso de álcool, melhor evitar. Além do igual problema dos radicais livres, no organismo, o álcool exige um esforço maior do nosso corpo para metabolizar o etanol, um dos fatores que podem levar à queda capilar.

Cuide da alimentação

A alimentação é essencial para fortalecer os fios e estimular o crescimento deles. Alguns nutrientes específicos como os minerais (zinco, selênio, cálcio, silício e ferro), além das vitaminas (E, C e do complexo B), proteínas e grão integrais. As propriedades desses nutrientes funcionam em cosméticos, mas seu maior benefício está quando estão presentes nos alimentos consumidos.

Seja menos ansiosa

Fique longe da ansiedade: cabelos não se recuperam da noite para o dia. Ficar olhando no espelho desesperadamente à procura de fios novos não ajuda em nada. Para piorar, a ansiedade agirá como o estresse, aumentando a queda capilar.

Menos estresse, mais atividade física

As estressadinhas, se continuarem com esse comportamento, continuarão reclamando da queda de cabelo. Isso porque estudos mostram que uma boa parte das pessoas que reclama de queda capilar apresenta ou apresentou algum tipo de estresse que pode ter sido causador da queda capilar. Além de estar comprovado que a prática de atividades físicas libera endorfinas que diminuem o estresse e, consequentemente, a queda de cabelos. Ou seja, muita calma e mais exercícios!


Por Natália Farah

Comente