Escolha a sua escova de cabelo

Cabelos quebradiços ou danificados requerem um bom tratamento. Antes de recorrer ao seu cabeleireiro ou dermatologista, preste atenção num pequeno detalhe: escovas. Sim, saber o tipo ideal da sua escova ou pente é um fator primordial para garantir beleza e saúde dos cabelos.

As cerdas e o formato das escovas dizem muito sobre elas. O material e o espaçamento das cerdas vão indicar o uso correto, já o formato também é importante:

Formato redondo - indicadas para fazer escova, cachear ou ondular. Só devem ser usadas nos cabelos secos ou úmidos, nunca nos molhados.

Formato reto - desembaraça, alisa e controla a eletricidade. É também importante que o tamanho da escova acompanhe o comprimento do cabelo. Para cabelos curtos, escovas pequenas. Para cabelos longos, escovas maiores.

Cerdas

Cerdas naturais, de crina ou pêlos de cavalo - mais indicadas para cabelos lisos ou levemente ondulados. Têm como finalidade desembaraçar e acabar com a eletricidade e não quebram os fios. Cerdas naturais de javali têm o pêlo com escamas, que distribuem a oleosidade natural ao longo do cabelo.

Cerdas de plástico - ideais para cabelos crespos, cacheados e ondulados. Realçam o volume e mantêm o penteado. Mas podem gerar eletricidade se em seus cabelos ainda restarem resíduos de xampu.

Inox - direcionadas para uso profissional. Aquecem e alisam os cabelos. Escovas com esse tipo de material devem ser usadas com cuidado, pois costumam embaraçar os fios com facilidade. Existem modelos com a região das cerdas vazadas, possibilitando a passagem do ar do secador por entre estas, agilizando o tempo de secagem, além de proporcionar um penteado mais solto e natural.

Pentes

Dentes largos ou cerdas espaçadas - perfeitos para cabelos crespos, ondulados, cacheados ou repicados. Eles soltam os fios e mantêm o volume.

Dentes ou cerdas estreitos - indicados para cabelos lisos ou curtos, pois desembaraçam mecha por mecha e alisam os fios. Ideais para pentear os cabelos molhados ou aplicar creme.

Comente