Cabelos e penteados cheios de história

Livro do Cabelo

Lava, penteia, seca, olha no espelho. Deixa crescer, corta, alisa, cacheia, ondula, raspa. Esses parecem ser hábitos e situações cotidianas no trato dos cabelos, mas na verdade, cada uma dessas ações está impregnada de significados.

O cabelo é mais do que uma proteção contra o sol e um artefato de beleza. As madeixas, que já foram arma de encantamento de sereias, oferenda aos deuses, poções de feiticeiros, elemento de sedução, entre inúmeras outras coisas, são, na verdade, uma fonte preciosa para entender a história e o simbolismo universal da humanidade.

A editora LeYa lança em abril o "Livro do Cabelo", da jornalista e pesquisadora Leusa Araujo. A obra retrata a história dos cabelos ao redor do mundo não apenas pelo viés da moda, mas sim do contexto e dos movimentos sociais por trás de cada novo estilo.


A obra traça um panorama da diversidade de penteados, rituais e artefatos que acontecem a partir do cabelo, expõe teorias como a "teoria aquática", que procura explicar por que os cabelos das mulheres começaram a ficar mais lisos e maiores do que o dos homens; a ideologia por trás da semelhança entre John Lennon e Yoko Ono, o lendário corte de cabelo de Elvis Presley, a calvície, e diversas outras curiosidades históricas e culturais acerca do cabelo.

O livro traz na capa a top Fernanda Tavares, clicada pelo fotógrafo Daniel Klajmic. Preço: R$ 69,90

Por Jessica Moraes

Comente