Afinidade Astrológica

Uma das perguntas mais freqüentes em Astrologia refere-se à compatibilidade entre os signos: Áries combina com Leão? Libra tem afinidade com Touro?

A resposta a este questionamento é bem mais complexa do que simplesmente considerar o signo solar das pessoas. Existem vários posicionamentos astrológicos, como Lua, Vênus, Marte, que indicam a vivência emocional, as necessidades, interesses e inclinações sentimentais. Para efetuar uma análise completa de uma relação, do ponto de vista da Astrologia, é preciso considerar a totalidade do mapa de cada um dos envolvidos, para que se possa compreender com maior precisão o que ocorre quando dois seres humanos se relacionam, e como cada um afeta o outro.

Podemos, deste modo, perceber uma compatibilidade amorosa, mas talvez um conflito mental, em que os parceiros tem idéias e objetivos diferentes de vida. Pode haver ternura e carinho num relacionamento, mas faltar a "química", o elemento paixão.

Por outro lado, pode haver grande afinidade no plano intelectual, mas dificuldades em relação ao afeto. Isto é, as relações humanas são amplas, e desta forma devem ser analisadas.

A Astrologia contribui no sentido do entendimento do que acontece quando duas energias distintas atuam em combinação amorosa, profissional ou em outro tipo de parceria. A este estudo denominamos SINASTRIA, que fornece uma compreensão profunda dos relacionamentos.

Obviamente, não existem apenas afinidades numa relação e a percepção astrológica dos conflitos, dos pontos de atrito é fundamental, pois é nas diferenças individuais que está também a possibilidade de dinamismo, crescimento e evolução.

Há alguns signos que têm mais analogia com o reino das emoções, como os signos de elemento água (Câncer, Escorpião e Peixes), pois simbolizam os sentimentos. Leão, por ser regido pelo coração, é também um signo em que a emoção tem papel preponderante. Touro é o signo da sensualidade, representado no seu planeta regente, Vênus, a "deusa" do amor e da beleza. Libra valoriza muito os relacionamentos, pois é o signo que indica a importância da equação eu-você, que busca ser manifestada por meio do "nós".

Um dos aspectos muito importantes a considerarmos é a energia astrológica presente no momento de inicio do relacionamento, pois as pessoas podem estar passando por fases significativas de desafio e de crescimento, e segundo isto, atrair através da outra pessoa as características que necessitam para evoluir naquele momento.

Com algumas pessoas podemos estabelecer uma relação que seja baseada primordialmente numa atração; com outras algo se dá num nível profundo de alma. São muitas as variações do ato de se relacionar, e o autoconhecimento é fundamental, para que não sejam projetadas sobre o "sujeito" do nosso amor expectativas irreais.

No momento atual da humanidade, um relacionamento deve contemplar o espaço às individualidades, a consideração às diferenças, saudando-as como um fator de crescimento para ambas as pessoas. Mas a individualidade não pode se transformar em individualismo, pois assim fica muito difícil criar um vínculo de amor, parceria e responsabilidade mútua.

Não há arte mais desafiante e bela do que o relacionamento amoroso... Como este assunto desperta muito interesse, são apontados alguns indicadores que avaliam o nível de compatibilidade de uma relação:

- Quando os SIGNOS se encontram no mesmo elemento ou em um elemento afim, é facilitada a compatibilidade, pois tende a haver maior compreensão, devido à essência pessoal ser mais semelhante. Por exemplo, os signos de fogo (ÁRIES, LEÃO, SAGITÁRIO) combinam entre si, e têm maior facilidade de harmonização com os signos do ar (GÊMEOS, LIBRA, AQUÁRIO).

Já os signos da terra (TOURO, VIRGEM, CAPRICÓRNIO) têm maior entendimento entre si, e com os signos da água (CÂNCER, ESCORPIÃO, PEIXES).

- O posicionamento da LUA indica as reações emocionais e é importante parâmetro para analisar como uma pessoa vivencia a questão doméstica e familiar, e principalmente no caso de conviverem no mesmo ambiente. Vale a regra de que posições da lua em signos de elementos compatíveis têm maior facilidade de harmonização.

- VÊNUS e MARTE são sinalizadores da vivência amorosa e sexual, das necessidades e interesses nas relações, do modo de amar e de expressar afeto. Vênus é importante, principalmente no mapa das mulheres, pois mostra como elas expressam a sua feminilidade, o seu poder de atração, e o que esperam dos relacionamentos. Marte tem analogia com o desejo, a sexualidade.

- Estes indicadores são complementados pela análise de áreas específicas do mapa astral que representam o amor e a parceria (são as chamadas "casas astrológicas").

- Há também as posições astrológicas que simbolizam a afinidade ou conflito em termos mentais, profissionais, em relação a filhos, propósito de vida, objetivos, etc.

- Os signos ascendentes podem também sinalizar afinidade. Por exemplo, se uma pessoa tem o ascendente Touro, e outra o ascendente Escorpião, como são signos opostos podem funcionar como um complemento.

- O estudo astrológico da compatibilidade e dos conflitos nos relacionamentos permite concluir que com cada pessoa estabelecemos um tipo de relação peculiar, baseada em certas motivações e propósitos, nos níveis emocional, mental e espiritual.

É da interrelação de vários fatores, como elementos, signos, planetas, casas astrológicas, ascendentes, aspectos e mapa do relacionamento, que se pode chegar à compreensão do nível de afinidade e compatibilidade entre duas pessoas.

Assim sendo, não basta saber que você é de Gêmeos e o seu parceiro(a) é de Capricórnio. São muitas as nuances presentes numa relação, que devem ser analisadas e compreendidas em profundidade. Se desejar entender a riqueza humana que é se relacionar, não pense apenas em termos de signos solares, se combinam ou não. É necessário ter uma visão ampla, que pode ser estimulada a partir do contato com a Astrologia e com os profissionais que a praticam com seriedade e amor.

Isabel Mueller é astróloga, escritora e poeta. Trabalha com Astrologia desde 1992, dá cursos e palestras e atende a consultas de Mapa Astral, Trânsitos, Revolução Solar e Sinastria. É formada em Psicologia, integrante do Nears (Núcleo de Estudos Astrológicos do Rio Grande do Sul), do Conselho Deliberativo da CNA (Central Nacional de Astrologia). Autora dos livros de poesias "Céu da Boca" e "Alumbramento". contato@isabelmueller.com.br

Comente