Você sofre de gastrite?

você sofre de gastrite

Para saber se a gastrite atingiu você é preciso saber como ela pode surgir. Nem sempre os incômodos no estômago indicam uma gastrite nervosa. Na verdade, ela é uma inflamação aguda no estômago que dá sinais ao corpo de alguma agressão ao órgão.

Quais podem ser essas agressões?

O aparecimento de uma bactéria chamada Helicobacter Pylori é uma causa comum de gastrite. Ela vive dentro da camada muco protetora do estômago. A gastrite não é causada pela bactéria em si, mas pelas substâncias que ela produz e que agridem a mucosa gástrica, podendo levar a gastrite e posteriormente a doenças mais sérias, se não for tratada de forma adequada. O álcool e a aspirina também são elementos que contribuem para a redução da produção gástrica, causando danos se consumidos durante um longo período e em grande quantidade. Ela também pode surgir por infecções e outras formas menos comuns.

Quais podem ser os sinais (sintomas) dessas agressões?

Em casos crônicos, elas podem nem mostrar sintomas. Já nos casos agudos, o desconforto na região superior do abdômen é o sintoma mais comum, seguido de saciedade rápida, podendo haver perda de apetite; náuseas e vômitos. Como esses sinais podem indicar problemas variados, é sempre bom consultar um gastroenterologista para verificar se é mesmo uma gastrite. É ele quem vai investigar os hábitos alimentares do paciente, e se ele tem outras doenças já diagnosticadas. A partir daí serão realizados outros exames.

Qual a melhor forma de tratar e combater a gastrite?

Tudo vai depender da causa específica da gastrite. Podem ser indicados medicamentos e também proibido o consumo de álcool e alguns antiinflamatórios.


Para se prevenir dessa doença aqui vão algumas dicas: alimente-se em pequenas quantidades várias vezes ao dia, com calma, mastigando bem os alimentos, facilitando a digestão. Consuma bebidas alcoólicas de forma bastante moderada e evite os fast-foods; para uma primeira prevenção, não há motivo para se fazer dieta, mas é sempre bom evitar comer com freqüência alimentos muito gordurosas e frituras. Também tenha cuidado onde vai se alimentar, é preciso averiguar a higiene dos alimentos para evitar infecções.

Por Jessica Moraes

Comente