Verão: cuidado com os excessos pela boa forma

Verão cuidado com os excessos pela boa forma

Final de outubro e você não está com o corpo em dia. Pronto, prato cheio para bater o desespero e as dietas loucas e os exercícios físicos exagerados se tornarem opções a serem consideradas e executadas por muita gente. O problema é que optar por isso pode ser muito perigoso para a sua saúde.

O nutrólogo Mohamad Barakat explica que essa correria pela boa forma antes do verão é uma conduta completamente errada, ele defende a adesão a hábitos de vida saudáveis em todas as estações do ano. "Sempre vivenciamos esse movimento de pessoas lotando as academias e embarcando em dietas milagrosas como se apenas perder peso fosse necessário para viver bem. É necessário entender que ser magro nem sempre sinônimo de ser saudável", alerta o especialista.

Barakat diz ainda que é contra qualquer coisa que prometa emagrecimento rápido. "Dietas restritivas prejudicam o organismo. O ideal é reeducar o corpo. Incluir alimentos nutritivos e aprender a abrir mão do que possa ser prejudicial. A perda de peso é apenas uma consequência do processo, o verdadeiro ideal consiste na oportunidade de viver mais e melhor".

Quanto à atividade física, o médico afirma que os riscos de se exercitar sem a devida orientação leva as pessoas a acreditarem que quanto mais intenso seu treino, melhor o resultado, o que é errado. "Atividade física para ser benéfica deve respeitar os limites do corpo de cada indivíduo, ter a pausa necessária para o organismo se recuperar e, principalmente, estar associada de uma alimentação adequada. Caso contrário, os efeitos podem até aparecer, mas não serão permanentes, além do risco de lesões e estresse físico".


O especialista ressalta que o importante mesmo para ter um corpo bonito de forma saudável é adquirir novos hábitos de vida. "O resultado rápido e imediato ilude as pessoas. Qualidade de vida exige mudanças e mudar requer algum esforço, porém o benefício a longo prazo, é um envelhecimento saudável.", finaliza.

Comente