Ver muita TV prejudica a visão? Mitos e verdades sobre saúde ocular

Ver muita TV prejudica a visão

Crenças e mitos populares ainda resistem ao tempo entre muitas famílias, principalmente quando o que está em jogo é a saúde ocular. Para acabar de vez algumas delas que nossos avós insistem em dizer, o Vila Equilíbrio listou as mais freqüentes por aí, com a opinião de especialistas no assunto.

É verdade que para curar o terçol basta molhar o dedo na boca três vezes, em jejum e passar nos olhos?

Não, esta é uma crença popular, que só tem valor histórico e cultural para alguns. "Após o diagnóstico do oftalmologista, o tratamento do terçol é feito, na fase aguda, com aplicação de calor úmido, colírios ou pomadas com antibióticos. Se o paciente for idoso ou muito debilitado é preciso dar uma cobertura sistêmica de antibiótico por via oral, porque a irrigação da pálpebra é muito rica e a infecção pode disseminar-se. Caso haja vazamento de material, recomendam-se compressas frias, no tratamento final do processo inflamatório", explica a oftalmologista Sandra Alice Falvo, que integra o corpo clínico do IMO, Instituto do Moléstias Oculares.

Leite materno pode curar a conjuntivite?

Não. O leite materno é um bom alimento, mas não é medicamento. Se o bebê ou qualquer outra pessoa da família tiver conjuntivite, leve-o ao oftalmologista. Uma vez diagnosticada a provável causa da conjuntivite, o oftalmologista pode prescrever o tratamento adequado. "Se esta tiver origem bacteriana, utiliza-se a antibioticoterapia, se a causa for virótica, emprega-se o tratamento para alívio dos sintomas, bem como hábitos especiais de higiene, ajudando desta forma, a controlar o contágio e a evolução da doença", diz o oftalmologista Virgilio Centurion.

Ler com pouca luz pode enfraquecer a visão? E estudar demais pode enfraquecer a minha visão?

Não. Ler ou estudar num ambiente mal iluminado pode cansar ou dificultar a leitura, mas não enfraquece a visão. "Nenhum esforço visual é prejudicial ao olho, qualquer que seja a idade da pessoa. Se ela precisar de óculos não será porque estudou ou leu demais ou de menos", diz Sandra Alice Falvo.

Se eu tiver um filho, posso transmitir o daltonismo a ele?

"O daltonismo é uma deficiência hereditária de transmissão bastante peculiar, homens daltônicos vão transmitir o gene do daltonismo somente para suas filhas, nunca para os filhos. As filhas não manifestam o daltonismo, mas têm uma chance de 50% de transmiti-lo para seus filhos homens. Portanto, um homem daltônico só tem possibilidade de ter netos daltônicos se tiver filhas, que serão sempre, e somente, portadoras, e a possibilidade desses netos serem daltônicos será sempre de 50%", explica Centurion.

Os computadores prejudicam os olhos?

Não, mas é bom saber que a era da informática provocou um aumento na incidência da fadiga visual nos usuários de computadores. O resultado disto são olhos irritados ou vermelhos, "ressecados", lacrimejantes, coceira, "cansaço na vista", sensibilidade à luz, dificuldade de conseguir foco, visão de cores alteradas, halos ao redor dos objetos, visão embaçada ou dupla... São muitos os sintomas da fadiga visual ou CVS, (Computer Vision Syndrome), o equivalente a "Síndrome da Visão do Usuário de Computador". "Além dos problemas enumerados, a pessoa pode sentir dores de cabeça, na nuca, nas costas e espasmos musculares. A luminosidade da tela faz as pupilas se fecharem, além de provocar esforço muscular, sonolência e cansaço visual. A Síndrome é caracterizada por sintomas oculares que aparecem durante ou após o uso prolongado do computador. O fato do usuário do computador piscar menos diante do monitor também afeta a visão. Piscar é fundamental, pois faz a troca do filme lacrimal, uma película de lágrima que fica sobre a córnea, responsável pela manutenção da umidade dos olhos, indispensável para uma boa visão", recomenda a oftalmologista Sandra Alice Falvo.

Televisão prejudica a visão?

Assistir TV não prejudica os olhos ou a visão. Há menos esforço visual ligado à TV do que em atividades como ler ou escrever. "Mas aqueles que assistem TV por um longo período de tempo podem desenvolver cansaço visual. Uma iluminação muito forte, por exemplo, tende a reduzir o contraste na tela e "desmoronar" a imagem. É bom evitar luzes ou reflexos que possam interferir na tela. O melhor é assistir a TV a uma distância de, pelo menos, 5 vezes o tamanho da imagem. Se uma criança persiste em ver TV a uma distância muita curta, a visão dela precisa ser checada, pois ela pode ter miopia", alerta o oftalmologista Virgilio Centurion.

Ler no carro ou no ônibus pode descolar a retina?

A retina é a região do olho que recebe a luz e a transforma em sinais que serão enviados para o cérebro. Ela está localizada no fundo do olho e mantém as estruturas oculares no lugar com uma espécie de gelatina chamada humor vítreo. "Apenas uma lesão muito forte, como uma pancada, é capaz de provocar o descolamento da retina. Apenas pessoas muito idosas ou que têm miopia acima de 8 graus é que podem ter a retina descolada sem motivos aparentes. A leitura no carro ou no ônibus não interfere neste processo", explica Virgilio Centurion.


Usar maquiagem todos os dias faz com que as lágrimas sequem?

Não necessariamente. A utilização de cosméticos na região dos olhos pode ser prejudicial quando a maquiagem está com a data de validade vencida, podendo causar desde uma simples irritação até a perda da visão. "Outra implicação do uso freqüente da maquiagem ao redor dos olhos é um possível entupimento da saída das glândulas onde são produzidas parte das lágrimas que protegem os olhos. Com o prejuízo da qualidade da lágrima, a lubrificação ocular fica muito irregular. Surgem então sintomas de ressecamento do olho, piora da qualidade da visão e até alterações no processo de cicatrização ocular", afirma a oftalmologista Sandra Alice Falvo

Comente