Silicone de mama: tire suas dúvidas

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Silicone de mama tire suas dúvidas

Foto: Dreamstime

Com a recente divulgação de casos de mulheres que tiveram vazamento de suas próteses de mama surgiram muitas dúvidas em quem possui ou pretende colocar silicone. Os casos serviram de alerta, especialmente porque as próteses envolvidas nos exemplos citados pela imprensa eram de origem industrial, não indicada para o uso humano.

Segundo Luiz Philipe Molina, cirurgião plástico que atua no Hospital CECMI (Centro Especializado em Cirurgias Minimamente Invasivas) a qualidade do produto é muito importante para a segurança do procedimento, embora exista risco de rompimento em todas as marcas.

É importante ficar atento aos sinais de complicação. "Tanto para o rompimento, quanto para o vazamento ou encapsulamento do silicone de mama. Os principais sintomas são a mudança da consistência da prótese, que fica mais endurecida, e a alteração do seu formato", explica o cirurgião, ressaltando que esses sintomas aparecem gradualmente e podem ou não ser acompanhados de dores na região.

O médico ainda explica que o vazamento do silicone pode ocorrer em quaisquer próteses em função da qualidade do invólucro utilizado, que também é de silicone, porém de outro tipo, mais firme e duro. Por isso, a qualidade do produto é muito importante.

Embora não seja possível evitar tais complicações, Molina orienta sobre a importância da visita ao médico responsável pelo procedimento uma vez por ano. "Além do autoexame rotineiro, a mulher deve fazer uma revisão anual dos implantes com o cirurgião plástico.

Dependendo da situação da prótese, poderão ser solicitados exames mais específicos como a mamografia, a ultrassonografia e a ressonância magnética, que são os melhores exames para diagnosticar qualquer alteração em próteses de mama", esclarece.


Por Jessica Moraes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente