Saúde 100% no verão! Cuidados com a pele, olhos e alimentação

saúde verão

foto: Shutterstock

Nessa época de verão e festas de fim de ano é fácil abandonar a alimentação saudável e se expor demais ao sol. No entanto, aproveitar essa época não significa se descuidar. Uma maior atenção com a pele, com a alimentação e com os olhos deve ser levada a sério. A seguir,  especialistas revelam alguns cuidados:

Pele

A professora Luciana Velloso da Faculdade de Medicina de Petrópolis (RJ) explica que os problemas de pele mais comuns no verão estão relacionados ao aumento da oleosidade, a maior produção de suor e ao efeito da exposição solar. Dentre eles, ela cita a brotoeja, as micoses, a fitofotodermatose (manchas causadas pelo contato com limão ou frutas cítricas e posterior exposição ao sol), as queimaduras solares, o herpes labial e a larva migrans ou bicho geográfico (causado pelo contato com areia de praia contaminada com fezes de cães ou gatos). Para evitar que uma dessas doenças se manifeste, a professora orienta as medidas de prevenção necessárias. “Os cuidados são proteção solar, manter áreas de dobras sempre secas, procurar estar em ambientes mais frescos e limpos e procurar auxílio médico em caso de aparecimento de uma dessas afecções, para iniciar o tratamento adequado”, diz. Apesar de não haver uma alimentação específica para atenuar ou impedir o aparecimento dessas doenças, a professora também recomenda comidas mais leve e ingestão de grande quantidade de líquidos devido à sua excessiva perda pelo corpo durante o calor.

Alimentação

Quanto aos cuidados com a alimentação, a consultora de nutrição da FitBox no Rio de Janeiro, Emanuelle Esteves, explica que a perfeita forma física para o verão que as pessoas tanto buscam ao longo do ano não deve ser abandonada quando, enfim, chega a estação. 

O fato de as temperaturas nessa época serem mais elevadas implica em uma probabilidade maior de alimentos consumidos fora de casa não terem refrigeração adequada, sendo impróprios para o consumo. Ou seja, a atenção com a alimentação deve ser redobrada. Caso contrário, sintomas como cólicas abdominais, dor de cabeça, náuseas, enjoo, vômito, diarréia e desidratação são recorrentes. “Mesmo com a mudança da rotina causada pelas férias, devemos consumir alimentos mais refrescantes, ricos em vitaminas, minerais e fibras e aumentar a ingestão hídrica, preferindo saladas, frutas, sucos, água de coco, legumes crus ou cozidos, peixes, aves sem pele, carnes bovinas magras e cereais integrais”, recomenda. 

Doces, balas, sorvetes, molhos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos estão dentro das restrições dadas pela nutricionista. Segundo ela, beber dois litros de água e ter de 5 a 6 refeições por dia são hábitos indispensáveis.

Olhos

O cuidado com olhos também não pode ser deixado de lado. O oftalmologista Bruno Guimarães Novaes, diretor médico do Hospital Oftalmológico Santa Beatriz (RJ), explica que nem precisa haver excesso de exposição ao sol para que a visão seja comprometida. Com menos, os olhos já podem sofrer danos. Segundo o doutor, além de a luz ultravioleta ser prejudicial para a saúde ocular, o sol pode de fato queimar a córnea. “A utilização dos óculos escuros é muito importante, pois ele filtra a radiação emitida pelo sol, protegendo o olho”, recomenda. Outro alerta do oftalmologista é quanto ao cuidado com o sal do mar e a areia da praia, pois os grãos podem entrar nos olhos e arranhar a córnea. Todo a atenção é necessária.

Por VilaMulher


Comente

Assuntos relacionados: verão 2015 vida saudável alimentação