Saiba a diferença entre filtro solar químico e físico

Descubra as diferenças em cada fórmula
filtro solar

foto: reprodução

Você sabia que existem dois tipos de protetor solar? Sim, os filtros solares químicos e os filtros solares físicos.

Cada um tem um mecanismo de proteção diferente. O filtro químico possui em sua fórmula moléculas que absorvem a radiação ultravioleta, por meio de reações químicas impedindo que ela atinja as células da pele.

No entanto o efeito de absorção não perdura por muito tempo, necessitando a reaplicação do filtro caso a exposição ao sol perdure por mais tempo.

Já o filtro físico são partículas derivadas de metais que atuam através de mecanismos ópticos, refletindo ou dispersando os raios solares. 

A vantagem desse tipo de filtro é que são mais estáveis e pouco penetram na pele, sendo ideais para os pacientes alérgicos e com sensibilidade cutânea elevada. O protetor solar mais usado é o químico. Existe também a combinação dos dois. É muito comum nos bloqueadores mais fortes existirem a presença tanto de filtros orgânicos, químicos, como de filtros inorgânicos, físicos. Por isso que com os bloqueadores mais potentes geralmente a pele fica um pouco mais branca, já percebeu?


Isso posto, pessoas com a pele sensível, com alergias, crianças e gestantes, o filtro mais recomendado é o físico. Já pessoas que não possuem restrição podem usar o filtro químico, sem deixar de reaplicar de duas em duas horas quando exposto ao sol.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: protetor solar cuidados com a pele