Ronco e sobrepreso

Ronco e sobrepreso

O ronco incomoda, sem dúvida, muita gente. E entre as pessoas que sofrem diariamente com isso, muitas não fazem idéia dos motivos desse distúrbio do sono. Você sabia que o ganho de peso ou o sobrepeso estão entre as principais causas?

Eduardo Rollo Duarte, dentista especialista em Odontologia do Sono e Doutor pela Universidade de São Paulo, explica que quando essa é a causa, a solução é perder peso, mas isso não é tão simples como parece. "É preciso levar em consideração um detalhe importante: a disposição para exercícios físicos em roncadores é reduzida, já que o ronco causa cansaço, sonolência e indisposição durante o dia".

Ou seja, para perder peso só existe uma fórmula: o controle alimentar associado a exercícios físicos regulares. Mas os pacientes que roncam acordam cansados e indispostos para iniciarem um programa de exercícios, mesmo que seja uma simples caminhada. "Trata-se de um círculo vicioso", explica Dr. Eduardo. "O paciente ronca, tenta se tratar e se vê diante da necessidade de perder peso. Não tem disposição, e acaba nem emagrecendo, nem tratando o ronco".

Então é necessário primeiro começar a tratar o distúrbio. Por conta própria, a pessoa que ronca deve reduzir o consumo de álcool e fazer uma alimentação bem leve a noite. "A alimentação pesada ou em grande quantidade contribui para o relaxamento muscular aumentando o ronco. Por isso deve-se controlar a ingestão de alimento pesados e gordurosos".

Mas de acordo com o especialista é indispensável procurar ajuda médica imediatamente. "O tratamento mais comum para o ronco é o uso do aparelho intraoral confeccionado e controlado pelo dentista do sono. Esse aparelho vai controlar e eliminar o ronco. A pessoa passa a dormir bem e vai acordar com disposição para praticar exercícios físicos e controlar seu peso, quebrando o círculo vicioso".

Mas como saber se é necessário procurar ajuda medica? Para essa pergunta o Eduardo é bem direto: sempre que tiver ronco, e ronco significa qualquer barulho na respiração quando se está dormindo, já é hora de procurar tratamento. "Ele é sinal de apnéia do sono e por si só, mesmo sem a apnéia, já aumenta a chance de derrame cerebral independentemente de outras doenças".


Além do sobrepeso, o ronco pode ser causado por alterações anatômicas na via aérea e garganta, histórico familiar, menopausa, genética, hipotireoidismo, consumo de substâncias como álcool, relaxantes musculares e remédios para dormir e menopausa.

Por Larissa Alvarez

Comente