Refrigerante estraga os dentes? Mitos e verdades sobre saúde

Refrigerante estraga os dentes

Muitos hábitos sobre o que faz bem ou mal à saúde já viraram lenda popular. Mas o que é verdade ou não? Confira algumas.

Andar descalça em vestiários é perigoso - É verdade. O chão do vestiário é o paraíso dos micróbios: por ser quente e úmido, torna-se o ambiente perfeito para a multiplicação de germes e fungos. O resultado são micoses e mais micoses. E não são somente os pés os únicos a correrem risco.

Autobronzeador faz mal - Eles não oferecem perigo, exceto nos casos de alergia específica ao produto. Mesmo assim é bom ficar atenta, pois o falso bronzeado pode mascarar a vermelhidão no caso de você ficar tempo demais sob o sol. Aí sim será um problema, já que sua pele sofrerá os efeitos negativos dos raios ultravioleta, como o envelhecimento precoce, por exemplo.

Refrigerante estraga os dentes - Sim. O pH dos refrigerantes é ácido. Em excesso, podem provocar o envelhecimento dentário por meio da erosão. Ou seja, da dissolução gradual do esmalte. E não adianta trocar o refrigerante por sucos industrializados, pois eles causam o mesmo dano.

Segurar o xixi pode causar infecções - Fato. A urina promove a eliminação de bactérias que podem estar se multiplicando. E, como a uretra da mulher é curta e fica perto da vagina e do ânus, a contaminação e a proliferação de bactérias dentro dela e da bexiga fica mais fácil de acontecer.

Fazer as unhas na manicure traz risco de hepatite - Essa é uma questão delicada. Só é perigoso se os materiais não forem esterilizados adequadamente. Eles precisam ficar mais de duas horas a uma temperatura de 160 graus, para destruir os vírus do HIV e da hepatite. O perigo maior ocorre na hora de remover a cutícula, por causa de possíveis sangramentos. Além disso, bactérias e fungos também podem ficar escondidos em lixas e alicates. O ideal é levar seu próprio kit e o esmalte. Assim, não há nenhum risco na manicure.

Maçã substitui a escovação - De forma alguma. Mastigar a fruta, assim como cenoura e chiclete sem açúcar, ajuda a adiar a escovação. O atrito com alimentos mais duros remove superficialmente os resíduos. Mas assim que tiver oportunidade, escove bem os dentes.

Absorvente interno para fluxo intenso protege por mais tempo - Mito. O uso prolongado de um absorvente interno aumenta o risco de você uma doença infecciosa. O certo é trocá-lo a cada quatro horas.


Antiinflamatório é melhor para a cólica - Esse tipo de medicamento é melhor que o analgésico para as cólicas menstruais e reduz a liberação de várias substâncias, como as prostaglandinas, responsáveis pela contração uterina, que leva à cólica.

Por Jessica Moraes

Comente