Qual é o tipo de óleo mais saudável?

Entenda a diferença entre as opções
óleo-saúde

Foto - Shutterstock

Atualmente, existem vários tipos de óleos de cozinha disponíveis nas prateleiras do mercado. Para fazer refeições mais concientes, é necessário entender quais as diferenças entre as tantas opções.

Óleos e gorduras são compostos basicamente por três diferentes classes de gorduras que apresentam funções importantes e diferentes no nosso organismo.

Cada tipo de óleo contém em sua composição um determinado tipo de ácidos graxo predominante, entenda:

Azeite de Oliva:

O azeite de oliva extravirgem é um tipo de óleo rico em gordura monoinsaturada, apresentando a maior quantidade quando comparado aos demais óleos. Além disso, possui compostos bioativos com ações antioxidantes, reduzindo riscos de doenças cardiovasculares. 

Recomenda-se o consumo cru do azeite extravirgem, ou seja, sem que tenha passado por cozimento. Já o azeite de oliva virgem apresenta os mesmos benefícios, porém, apresenta o sabor menos apurado e pode ser usado para cozinhar, além de ser mais barato.

A gordura do azeite suporta temperatura alta, mas suas propriedades benéficas são preservadas apenas até 180 graus. Pode ser usado para refogar, assar, cozinhar, mas não para fritar alimentos.

Óleo de Soja:

Além de ser considerado um dos mais baratos, possui elevada quantidade de gordura poliinsaturada (ômega 6 e 3) e baixos teores de gordura saturada. Por isso, é considerado uma boa opção para preparo de alimentos. 

Pode ser avaliado apropriado nutricionalmente devido à presença de da gordura poliinsaturada. Sua ingestão deve ser estimulada, pois atualmente o consumo deste tipo de gordura é reduzido na população ocidental, que apresenta elevada prevalência de doenças crônicas não transmissíevis.

Óleo de Milho:

Apresenta teor elevado de gordura poliinsaturada, baixo teor de gordura saturada; e maior quantidade de ômega 6 e pequena quantidade de ômega 3.

Óleo de Girassol:

Em composição, é assemelha ao óleo de milho. É composto por maiores quantidades de gordura poliinsaturada  e pouca quantidade de saturada. Apresenta ômega 6 e pequena quantidades de ômega 3.

Óleo de Canola:

Apesar de conter em sua composição grande quantidade de gordura monoinsaturada, pouquíssima quantidade de gordura saturada, pequena quantidade de gordura poliinsaturada (Omega 3 e 6) e ser um o óleo com menor quantidade de gordura saturada, estudos apontam possíveis efeitos negativos deste óleo para a saúde humana e sua utilização na culinária por ser originário de uma planta geneticamente modificada. Por isso, seu consumo não deve ser mais estimulado.


Por Vila Mulher

Comente