Quais são os métodos mais seguros para preencher as coxas?

Veja indicações de especialista
andressa-urach-preenchimento

Foto - Reprodução/noticiasdatv

A recente internação da modelo Andressa Urach por conta de um procedimento de preenchimento de coxa levantou muitas dúvidas sobre essas cirurgias e o hidrogel, usado por Andressa para dar volume às coxas. Até onde ele é seguro?

Diante da repercussão do caso, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica explicou que a denominação de hidrogel é genérica, uma vez que todos os produtos de preenchimento injetáveis são apresentados em veículo de gel hidrofílico. São 3 os produtos que podem ser usados no tratamento corporal com liberação da ANVISA: o hidrogel com poliacrilamida (vencido em 2010), o hidrogel de ácido hialurônico (em vigência até 2018) e o hidrogel com poliamida sintética, usado por Andressa (vencido em março de 2013).

Segundo informações do site do produto, a poliamida sintética é indicada para correções em glúteos, panturrilhas, coxas, glúteos, entre outras. Ela é considerada um produto semipermanente ou de longa permanência, uma vez que, segundo informações do site, uma parte dele é absorvido pelo organismo em até 5 anos.

Em nota oficial, a Sociedade esclareceu que “apesar de ser dito como um material seguro, biocompatível e não migratório, a ausência de estudos em longo prazo desse material nos leva à insegurança quanto ao seu comportamento, não sendo, portanto, aconselhado o uso”. 

Se o hidrogel não é considerado um procedimento de segurança, qual é a melhor maneira de realizar o preenchimento das coxas?

“A região da coxa possui músculos muito fortes envolvidos em deambulação. É aceitável e indicado lipoenxertia na região para preencher pequenos defeitos causados por acidentes ou má formação congênita. Qualquer outro tipo de preenchimento envolve, para resultados expressivos, volumes enormes que podem causar sérios problemas, desde rejeição até embolia pulmonar”, explica o cirurgião plástico André Mattos.

É importante ressaltar que a cirurgia plástica é uma especialidade médica cirúrgica que deve ser feita por cirurgiões especialistas e, como qualquer outra especialidade, está sujeita a complicações. 

O especialista ainda diz que as próteses de coxa igualmente podem causar compressão em vasos e nervos, trazendo problemas às vezes insolúveis, além do risco de deslocamento do implante pela grande movimentação da região. “Musculação na perna é mais saudável, eficiente, duradoura, e não trará malefícios ao longo do tempo", finaliza o especialista.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: preenchimento coxas