Projeto dá micropigmentação de aréola para mulheres que tiveram câncer

Profª Regiane Lapetina, Master Trainer em Micropigmentação e Microblading, criou o projeto "Amigos do Peito" para ajudar mulheres de baixa renda que passaram por mastectomia
micropigmentação de aréola

Foto: Regiane Lapetina/Arquivo Pessoal

Regiane Issi Lapetina é uma dessas mulheres que usam do seu dom para transformar vidas. Profissional de beleza há mais de 30 anos, a Master em micropigmentação utiliza sua experiência para recuperar a autoestima de mulheres durante o ano todo a partir do projeto "Amigos do Peito".

O projeto social tem um objetivo nobre: realizar a micropigmentação de aréolas nas mulheres em processo de reconstrução de mama, pós-câncer. Sem apoio de nenhum órgão público, ONGs ou partidos políticos, o projeto conta com pessoas comuns, micropigmentadores e amigos que doam desde materiais até mão de obra para o layout de cartazes e a realização dos procedimentos. "


O projeto visa atender mulheres que foram tratadas pelo SUS que não tenham condições de pagar por esse procedimento, que custa em média de R$800,00 à R$1.200,00. É um trabalho artístico, delicado e personalizado que exige técnica, muito estudo e conhecimento por parte do profissional", conta.

O atendimento a essas mulheres mastectomizadas acontece na região da Baixada Santista e é efetuado com um equipamento específico para a micropigmentação (dermógrafo). Com agulhas bem delicadas e cores apropriadas, a micropigmentação consegue alcançar resultados naturais e realistas. "Para a micropigmentação das duas aréolas, reservo entre 1h30 a 2h, incluindo o tempo de desenho e analgesia local. Após o procedimento, a cliente pode seguir seu dia normalmente", comenta.

Em geral, os resultados duram de um ano e meio a dois anos, mas de acordo com Regiane, cada caso é um caso único. "O tempo de retoque depende muito da pele da cliente. As peles são diferentes, algumas regiões com muitas cicatrizes, outras mais íntegras", explica.

A retomada da autoestima

micropigmentação de aréola

Foto: Regiane Lapetina/Arquivo Pessoal

A mastectomia mexe muito com a visão que a mulher tem de si mesma. "Sabemos que isso afeta demais o lado psicológico, afetivo e produtivo delas. A questão vai muito além da estética, a autoestima é saudável para a saúde mental, visto que já passaram por diversas cirurgias até vencer o câncer", diz Regiane.

Micropigmentação para todas

micropigmentação de aréola

Foto: Regiane Lapetina/Arquivo Pessoal

Para que o projeto ajude cada vez mais mulheres só é preciso o conhecimento. De acordo com a micropigmentadora, quanto mais mulheres souberem, mais é possível ajudar. "Faremos também no dia da ação, atendimentos em sobrancelhas, pois muitas perdem os pelos na quimioterapia e não é menos importante que as aréolas, pois também trata da autoestima delas. Nossa meta é realizar periodicamente os atendimentos e não apenas no Outubro Rosa".

Trabalhos como este mostram que a solidariedade e a esperança existem. Espalhe esta ideia!

Serviço: 

Regiane Lapetina - Organizadora do Projeto “AMIGOS DO PEITO”

Contatos: 

http://www.infinitysobrancelhas.com.br/

Cel/Whatsapp: (13) 98151-8757

Facebook: https://www.facebook.com/infinitysobrancelhas/

Por Thamirys Teixeira

Comente