Proibição dos jalecos nas ruas

Jalecos não poderão mais serem usados nas ruas

Uma lei sancionada pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, proíbe que médicos e outros profissionais da saúde usem jalecos e aventais fora do ambiente de trabalho em São Paulo.

A justificativa é de que ao circular pelas ruas e outros lugares públicos com o uniforme, os profissionais podem carregar bactérias e outros microorganismos, que ficam impregnados na roupa.

O profissional que for pego com uniforme nas ruas poderá ser receber multa de R$ 174,50. Mas o governo ainda não sabe como será a fiscalização.

Estudos demonstram que bactérias que podem causar infecções hospitalares sobrevivem semanas nos jalecos e aventais.

Especialistas em infectologia, no entanto, argumentam que seria muito mais útil uma campanha para que os médicos e outros profissionais lavem as mãos, que são o maior meio de contágio.


Apesar de alguns profissionais questionarem a medida, o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo diz que a lei apenas reforça uma exigência do Ministério da Saúde, que existe desde 2005.

Por Jessica Moraes

Comente