Pílula anticoncepcional para combater a TPM

anticoncepcional

diego_cervo /iStock

Um dos métodos contraceptivos mais seguros, a pílula anticoncepcional também tem sido indicada para outras finalidades. Um exemplo é a utilização para amenizar os terríveis sintomas da TPM, tais como dores, inchaço, as alterações de humor causadas por questões hormonais. Além disso, pode ser usada no combate à acne, cistos ovarianos, além de reduzir a incidência de doença benigna de mama.

A obstetra Karina Zulli, do Hospital e Maternidade São Luiz, conta que o uso da pílula pode controlar a ansiedade e o nervosismo. Além disso, estudos científicos indicam que o uso por longos períodos podem diminuir o risco de tumor de ovário, de endométrio e colorretal na mulher.

Para eliminar os mitos sobre o medicamento, a especialista listou cinco benefícios apresentados pela pílula. Confira:

1.Controle de cólicas e outros sintomas da TPM

Depressão, irritabilidade, fadiga, alteração do apetite, dores de cabeça e inclusive distúrbios do sono estão na lista de queixas das mulheres que sofrem com a TPM. A pílula anticoncepcional é sempre indicada nesses casos, pois se torna responsável pelo controle hormonal do organismo feminino. Algumas pílulas também ajudam a diminuir a retenção de líquido. Elas podem ser aplicadas no controle de cólicas menstruais para pacientes com ou sem endometriose, amenizando a dor.

2. Não causa infertilidade

De acordo com a obstetra, a pílula anticoncepcional pode ser tomada precocemente, desde que o caso seja orientado e acompanhado por um profissional da saúde. Seu uso não confere risco de infertilidade futura e não interrompe o crescimento, como muitas pessoas pensam. As doses de estrogênio, hormônio feminino, nas pílulas atuais são extremamente baixas e por isso não causam danos no desenvolvimento da mulher e nem de uma futura gravidez desejada.

3.Aplicação em outros tratamentos

Hoje, a pílula não é recomendada apenas para mulheres que não desejam engravidar. Devido ao amplo espectro de efeitos benéficos que estão atrelados ao seu uso, quando a mulher apresenta qualquer sintoma indesejado, relacionado ao período menstrual, a pílula pode ser indicada, sem uso obrigatório, é claro.

4.Baixa taxa hormonal

Existem pílulas com taxa hormonal mais baixa, porém o efeito de contracepção é o mesmo, assim como o de diminuição do fluxo menstrual.


5.Reduz indícios de doenças em geral

O uso da pílula anticoncepcional reduz o crescimento de miomas, doenças cardíacas, queda de cabelo e ameniza os sintomas da menopausa como oscilação de humor, sintomas da endometriose, controle de perda de peso, anemia, aumenta a produção de colágeno na pele e auxilia a densidade óssea. É importante que seu uso seja sempre acompanhado por um ginecologista, pois, como qualquer medicamento, a pílula pode ter efeitos colaterais indesejados, por isso toda mulher que tiver interesse em conhecer os benefícios da pílula anticoncepcional deve procurar um médico.

Por Lívany Salles

Comente