Personalidade influencia no peso

Personalidade influencia no peso

A sua personalidade pode ter um papel decisivo no seu peso. É o que sugere um novo estudo do U.S. National Institute on Aging (Instituto Nacional de Envelhecimento), que descobriram que pessoas impulsivas, competitivas ou agressivas são mais propensas a estar acima do peso.

E, segundo o mesmo estudo, pessoas altamente neuróticas e menos conscienciosas estão mais propensas a passar pelo efeito sanfona (engorda-emagrece).

"Indivíduos com esses traços tendem a cair em tentação e não têm disciplina para andar na linha entre tantas dificuldades e frustrações", disseram os pesquisadores.

"Para manter o peso ideal, é necessário ter uma dieta saudável e fazer parte de um programa de atividade física. Os dois, no entanto, requerem compromisso e comedimento. Tal controle pode ser difícil para indivíduos impulsivos", acrescentaram.

Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores examinaram informações compiladas nos últimos 50 anos em aproximadamente 2000 pessoas saudáveis e com alto índice educacional para determinar como sua personalidade pode afetar seu peso e seu índice de massa corporal (IMC).

Os participantes foram avaliados em cinco traços amplos de personalidade existentes: franca, conscienciosa, extrovertida, afável e neurótica - assim como em outras subcategorias desses traços. Eles foram pesados e medidos durante o curso do estudo.

O estudo descobriu que aqueles que eram impulsivos estavam mais propensos à obesidade. As pessoas que pontuaram pelo menos 10% em impulsividade tinham 10 quilos a mais do que aqueles abaixo desse valor. Aqueles que eram cínicos, competitivos e agressivos também tiveram grande ganho de peso.

"Pesquisas prévias descobriram que indivíduos impulsivos tendem a ter ataques de voracidade alimentar e alcoólica", afirmou a autora do estudo, Angelina R. Sutin.


Por outro lado, o estudo descobriu que as pessoas mais conscienciosas (conscientes, cuidadosas) eram mais magras e seu peso não variou de acordo com as mudanças de personalidade quando adulto.

"Nós esperamos que quanto mais claramente identificarmos a associação entre personalidade e obesidade, mais tratamentos combinados serão desenvolvidos. Por exemplo, estilo de vida e exercício feitos em grupos são mais efetivos para os extrovertidos do que para os introvertidos", concluiu Sutin.

Por Jessica Moraes

Comente