Número de mulheres que optam por DIU cresce cada vez mais

Mulheres passam a dar preferência a contraceptivos de longa duração
diu-mulheres

Foto - Shutterstock

De acordo com o CDC Research, o DIU ainda é a forma menos utilizada de contracepção feminina, quando comparado à pílula e aos preservativos, mas mesmo assim, ele e outros métodos reversíveis de ação prolongada vêm ganhando força.

Muito disso é consequência dos médicos norte-americanos terem o reconhecido como uma das formas mais seguras e eficazes de controle de natalidade, especialmente para os adolescentes.

De acordo com o relatório do CDC, o percentual de mulheres que tomam contraceptivos gira em 62% nos EUA. No entanto, o favoritismo para contraceptivos de longa duração reversíveis tornou-se maior em mulheres com idades entre 25-34. As mulheres entre 15-24 anos ainda preferem a pílula, quanto mais informações elas têm, mais elas optam por um controle de natalidade de longa ação reversível.

No Brasil, a maior parte das mulheres que optam pelo DIU já está na fase adulta. É sempre importante lembrar que ele apenas previne a gravidez. As DST são prevenidas com o uso de preservativos. Conheça algumas vantagens e desvantagens do DIU:

Vantagens

- Não ter de se lembrar de tomar ou trocar o anticoncepcional;

- Não interfere nas relações sexuais;

- Pode ser removido quando a paciente desejar;

- É um método contraceptivo reversível;

- Pode ser inserido durante a amamentação;

- Pode ser indicado para mulheres que apresentam contra-indicações ao uso de estrogênio.

Desvantagens

- Aumento no volume de sangramentos com o dispositivo de cobre;

- Dor e pequeno risco de perfuração uterina durante a colocação;

- Dores durante o período menstrual com o uso de DIU de cobre;

- Sangramentos discretos e independentes do período menstrual com o uso de DIU de progesterona.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: diu contraceptivo estrogênio