Música alta na academia pode ser prejudicial

Música alta na academia pode ser prejudicial

Música alta para embalar a malhação dentro das academias é algo comum. Mas os alunos devem ficar atentos, pois se o volume for acima de 85 decibéis, a música poderá comprometer audição.

Esse é o limite tolerado pelo ouvido humano. Segundo os especialistas, se o tempo de exposição ao som alto for mais que 30 minutos, isso poderá acarretar lesões auditivas tanto para aluno quanto para professor.

A música alta é utilizada para estimular o aluno nas aulas, por isso não existe o cuidado e a fiscalização adequada nas academias. Para se fazer ouvir em meio ao som elevado os professores ainda precisam gritar mais do que a música, o que torna o barulho ainda maior.


Para evitar ou atenuar os riscos de danos, o melhor é usar protetores auriculares na academia, que protegem o ouvido, mas não chegam a impedir que se ouça o som do ambiente.

Por Jessica Moraes

Comente