Mulheres são a maioria das vítimas de infarto

infarto mulheres

Foto - Shutterstock

Hoje, dia 29 de setembro, é comemorado o dia mundial do coração. E para conscientizar a população quanto aos riscos do infarto, o Instituto de Assistência Técnica ao Servidor Estadual (Iamspe) faz um alerta.

Uma pesquisa realizada entre janeiro e setembro de 2014 mostra que as mulheres representam maior parte (53%) dos atendimentos na Unidade Coronariana do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), contra 47% dos homens.

O cardiologista Milton Marcondes explica que o aumento no número de mulheres infartando é um reflexo da sociedade atual.

"A mulher contemporânea tem uma vida muito corrida, muitas vezes ela trabalha fora, cuida da casa e dos filhos e até estuda. Além disso, houve um aumento no número de mulheres fumantes", afirma.

Segundo o especialista, o infarto agudo do miocárdio sempre foi um problema que atingiu na maior parte dos casos os homens.

Nas mulheres, o infarto costuma não ter os mesmo sintomas que nos homens, como as dores no braço ou peito, por exemplo, o que dificulta o diagnóstico.

De acordo com o médico, é comum que elas confundam os sintomas de infarto com dor muscular, falta de ar e até mesmo um simples mal estar. Em ambos os casos, um especialista deve ser procurado imediatamente.

Para evitar a doença, o cardiologista recomenda hábitos de vida mais saudáveis, como, por exemplo, alimentação livre de gordura e prática de exercícios.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: mulheres infarto