Mulheres fazem loucuras para emagrecer

Mulheres fazem loucuras para emagrecer

Foto luigi diamanti/http://bit.ly/d8Z1wV

Existem milhões de dietas e receitas para ajudar as mulheres a manterem a forma, porém, nada é mais eficaz do que a reeducação alimentar. Mesmo assim, muitas optam por dietas loucas para emagrecer e entrar naquele vestido ou jeans no fim de semana.

A atriz Katherine Heigl, por exemplo, usa o cigarro para manter a forma. Agora, ela até pode colher benefícios matando a fome com a nicotina, mas no futuro sofrerá flacidez na pele, rugas, dentes manchados e terá a saúde comprometida.

Seguindo a onda das famosas, mulheres comuns também já fizeram loucuras para perder peso. A garçonete Mônica Vieira fez de tudo, tomou laxante e até remédios para a diabete. "Disseram que os medicamentos para diabetes queimavam os carboidratos, mas depois que vi uma matéria na TV, entrei na academia, parei de tomar refrigerante e comer pizza de queijo, emagreci, agora só mantenho o peso sem cometer abusos", detalha Mônica, que luta todos os dias contra a tentação das calorias porque trabalha numa pizzaria.

A servidora pública Patrícia Carvalho seguiu a Dieta da Sopa, do Hospital do Coração, que prometia a perda de oito quilos em uma semana, mas não agüentou, acabou enjoando do sabor. "Em quatro dias perdi três quilos, mas não agüentava mas nem o aroma da sopa e comecei a me sentir fraca, resolvi então não continuar para evitar problemas maiores."

Agora Patrícia aprendeu, controla o peso com exercícios físicos e evita refrigerantes, pães e doces durante a semana e consome com controle aos sábados e domingos.


Outra que fez loucuras e acabou doente foi a jornalista Virginia Medeiros. Ela passou duas semanas só tomando líquidos e nas outras duas semanas acrescentou saladas e frutas a sua dieta, mas acabou doente. "Emagreci seis quilos em um mês, mas em compensação fiquei com anemia e tiver que fazer tratamento para me recuperar. Hoje faço uma boa alimentação e mantenho a forma com musculação."

Por Carmem Sanches

Comente