Mulher bebe 3 litros de água por dia e nota mudanças

Mulher bebe 3 litros de água por dia e nota mudanç

Sarah Smith antes e depois de incluir 3 litros de água no seu dia a dia - foto/reprodução: Daily Mail

A britânica Sarah Smith, de 42 anos, passou a beber três litros de água diariamente por recomendação de seu médico e nutricionista, já que sofria com má digestão e dores de cabeça.

Seu médico sugeriu que ela ingerisse um grande jarro de água na parte da manhã, outro à tarde e outro à noite. E disse que seus rins, que filtravam resíduos do sangue, iriam sentir rapidamente o benefício.

Segundo o jornal Daily Mail, Sarah decidiu apostar na orientação e registrou as mudanças, quatro semanas depois. O resultado é que seus amigos e familiares dizem que ela parece 10 anos mais jovem com menos manchas e marcas de expressão no rosto.

Na primeira semana, Sarah, que pesava 53,4kg e tinha 71cm de cintura, ainda urinava cinco ou seis vezes por dia, mas o líquido estava mais claro. Há anos, pratica 10 minutos de ioga ao se levantar, mas se sentia mais rígida nos últimos seis meses e notou que a flexibilidade melhorou depois de beber mais água.

Na segunda semana sua pele estava melhor e mais uniforme. Segundo ela, suas manchas no rosto estavam diminuindo. Ingeriu meio litro ao acordar, no café-da-manhã, no almoço, à tarde, no jantar e antes de dormir. Pareceu muito, mas Sarah achou administrável. Não teve dor de cabeça por mais de uma semana, o que era incomum. Foi fazer compras e, nesse período, teve de ir ao banheiro três vezes em cinco horas. Achou que o estômago ficaria inchado com tanta água, mas está mais plano que o habitual. O seu marido disse que suas celulites das coxas e bumbum sumiram.

Na terceira semana, com um quilo a menos, suas olheiras e rugas na região dos olhos diminuíram muito e a pele parece mais nutrida. O fato de beber mais água a faz se sentir satisfeita mais rapidamente nas refeições. "Estudos mostram que 37% das pessoas confundem sede com fome", disse Sarah.

Na quarta semana Sarah pesava 52,6kg e com uma cintura de 68,5cm. Ela ficou impressionada com a mudança e pretende continuar a beber três litros de água por dia. "E aconselho todas as mulheres a fazer o mesmo (depois de verificar com seu médico, é claro)", afirmou.

Beber água em excesso faz mal?

No que se diz a respeito do consumo de água, os especialistas se dividem. Muitos consideram que a recomendação de oito copos de água por dia é um exagero, outros defendem a tese. Acontece que a pesquisas feitas sobre os benefícios da ingestão da água ainda são bastante inconclusivas. Alguns questionam a quantidade necessária para limpar os rins de toxinas. Outros discutem se a água ajudaria ou não a diminuir o apetite.

Outros especialistas recomendam só beber água quando sentir sede ou sentir a boca seca. Segundo eles quando um indivíduo bebe água demais, seus níveis de sódio ficam muito baixos e pode ocorrer tremor, confusão, perda da memória e até mesmo o coma, principalmente em pacientes cardiopatas.

Sabemos que beber menos água do que é necessário faz mal já que leva à desidratação, mas isso não significa que beber água em quantidades excessivas seja bom; seria o equivalente a comparar com a comida, onde a falta de alimento leva a desnutrição, e comer demais faria bem à saúde.

Alguns estudos afirmam que a campanha para o alto consumo da água está muito mais ligada aos interesses das indústrias que vendem o líquido engarrafado do que a uma preocupação com a saúde pública.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda beber diariamente dois litros de água, mas essa quantidade inclui a água presente na alimentação como nas frutas, verduras, sopas e outros tipos de bebida. Essa quantidade pode variar conforme a temperatura ambiente (prepare-se para o calor, época em que o corpo pede mais hidratação) o tipo de atividade diária e se o indivíduo faz exercícios ou não.


Portanto, ingerindo água na dose certa, ou seja, ao longo do dia, em quantidades moderadas, mas tornando isso um hábito, irá manter o corpo hidratado e equilibrado. Na dúvida, consulte um médico que possa definir a quantidade diária ideal para regular o seu organismo.

Por Jessica Moraes

Comente