Cuidado! Mordidas de gato podem ser fatais

A doença pode causar necrose da pele, infecção nos ossos e outras complicações graves
mordidas gato fatal

Eles são fofos, engraçadinhos e muito amorosos. Porém os gatos também podem apresentar alguns riscos a nossa saúde quando não tomamos os devidos cuidados. As mordidas do felino são um dos maiores motivos de preocupação para nós, humanos. Além da raiva e da toxoplasmose, uma pesquisa descobriu uma nova doença causada por mordidas de gato. 


Ela é causada pela bactéria Pasteurella multocida, encontrada na saliva de quase 90% dos felinos, a infecção precisa ser tratada com antibióticos (amoxicilina), caso contrário pode ser até fatal.

Um estudo feito por uma equipe de pesquisadores da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, acompanhou 193 pacientes que chegaram ao pronto-socorro com mordidas de felinos entre 2009 e 2011. Trinta por cento deles foram hospitalizados e permaneceram no hospital por três dias. 

A outra parte foi tratada com antibióticos. No total, oito desses pacientes tiveram de passar por mais de uma cirurgia na mão. As complicações envolviam problemas de circulação e até perda parcial da mobilidade.

Segundo Brian T. Carlsen, principal autor do estudo e cirurgião na Clínica Mayo, vermelhidão, inchaço, dor e dificuldades para mover a mão são sinais de que pode existir uma infecção. "A mordida de gato penetra facilmente na pele. As bactérias se multiplicam rapidamente e a cirurgia é normalmente necessária", explica.

Sem tratamento, as mordidas ou até arranhaduras, podem levar a vítima a complicações como necrose da pele, osteomielite (infecção dos ossos), pneumonia ou até septicemia, conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por infecção.

Mas calma, isso não quer dizer que não devemos ter os bichinhos. Lambidas e contato com a saliva deles não transmitem a doença. E não se preocupe, a bactéria, que faz parte da flora presente na boca dos bichanos, não provoca nenhum tipo de doença para os pets.

Apesar de bravinhos às vezes, uma coisa é fato: não há como resistir aos gatinhos!

Por Thamirys Teixeira

Comente

Assuntos relacionados: gato animais de estimação