Mau hálito, será que você tem?

mau hálito

Shutterstock

O mau hálito (ou halitose) existe na população desde o princípio da humanidade e o maior problema para quem sofre é descobrir se tem! Como o nariz se acostuma com o cheiro, a chamada fadiga olfatória, quem tem mau hálito não o sente, e quem sente - o namorado, o marido, o amigo -, nem sempre se sente confortável em abordar o assunto.

A data tem como objetivo conscientizar a população que o mau hálito pode ser a causa de mais de 50 doenças, entre elas distúrbios do fígado, estômago, inflamações na garganta e até mesmo estresse, e que pode ser tratado.

Para quem quer descobrir se tem halitose, o médico Salomão Carui, especialista em Halitose e Medicina do sono, apresenta algumas questões que ao serem respondidas afirmativamente podem indicar a presença do mau hálito:

- Bebo pouco líquido?

- Sou fumante?

- Tenho intestino preso?

- Fico muitas horas sem me alimentar?

- Respiro pela boca?

- Costumo roncar?

- Tenho diabetes?

- Sinto minha boca seca com frequência?

- Tenho tártaro?

- Uso aparelho ortodôntico ou prótese dentária?

- Minha gengiva sangra quando passo fio dental ou escovo os dentes?

- Placa esbranquiçada no fundo da língua?

- Às vezes percebo pequenos flocos de cor amarelada ou branca de odor desagradável expelidos da minha garganta?

- Bebo bebidas alcoólicas com frequência (mais de duas vezes por semana)?

- Costumo mascar chicletes ou chupar balas?

Outro teste sugerido pelo especialista é passar a língua no punho, aguardar 30 segundos. Cheirar o local. Se notar um aroma desagradável e tiver assinalado dois ou mais itens é melhor perguntar a uma pessoa de confiança e procurar tratamento.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: mau hálito como descobrir