LER: Lesões por Esforços Repetitivos

ler lesoes por esforcos repetitivos

O número de brasileiros que sofrem de Lesões por Esforços Repetitivos (L.E.R.) aumentou muito. Causada pelo uso freqüente do computador, a doença, também conhecida como Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), atinge 85% de mulheres para 15% de homens.

“As mulheres são mais tensas e preocupadas do que os homens, já que têm muitas responsabilidades. Elas chegam a enfrentar duas e até três jornadas de trabalho enquanto os homens não”, explica o ortopedista Sérgio Gama, de São Paulo.

Quando diagnosticados nos primeiros estágios, a cura das lesões por esforços repetitivos ocorre em 100% dos casos e o sintoma mais freqüente é a dor. Avaliações médicas, exames físicos, são muito importantes. Afinal, a doença só pode ser detectada por meio de exames periódicos e observações a partir de informações fornecidas pelo próprio paciente.

De acordo com Gama, o repouso do segmento afetado é fundamental. “O afastamento do trabalho, onde geralmente se encontra a causa do problema, é necessário. A utilização de analgésicos, antiinflamatórios, relaxantes musculares e fisioterapia compõem a primeira abordagem terapêutica. Há casos que necessitam de imobilização. Os casos crônicos podem exigir tratamento cirúrgico. A troca de função, o afastamento prolongado ou até definitivo de determinadas atividades pode ser preciso”, diz ele.

Prevenção

  • Evitar atividade repetitiva e prolongada (datilografar ou digitar horas seguidas, sem interrupção).
  • Melhorar as condições ergonômicas do trabalho (cadeiras e mesas adequadas, apoiadores de antebraços para digitadores etc).
  • Descanso intercalado durante a jornada de trabalho, destinando 10 minutos em cada hora para exercícios de alongamento e relaxamento.
  • Ação conjunta entre empregadores e empregados que visem prevenir as lesões decorrentes de esforços repetitivos.

Fonte: MBPress

Comente

Assuntos relacionados: saúde ler tratamento