Lavar as mãos previne doenças

higienemãos

Foto - Shutterstock

Muitas mulheres adoram deixar as unhas compridas e bem pintadas. Outras se esquecem de cortá-las ou as roem, deixando o comprimento tão rente ao dedo, que chega a doer. É fato que as unhas necessitam de cuidados especiais, não apenas com a estética, mas também com a higiene pessoal.

Pode parecer exagero, mas debaixo das unhas é possível encontrar milhões de ácaros, bactérias e fungos, causadores de diversas doenças.

Segundo o médico infectologista do Hospital Santo Antônio, de Votorantim (SP), Dr. Alcides Poli, lavar as mãos e as unhas adequadamente, com água e sabão, é ato simples, que previne doença. O hábito elimina todos os micro-organismos presentes, evitando a proliferação de diversos males, como: infecções respiratórias, de ouvido e garganta, conjuntivites, diarreia, doenças de pele e tantos outros. "As mãos são o principal veículo de transmissão de micro-organismos de um indivíduo para outro e sua higienização correta torna-se o principal meio de controle de infecções", alerta.

Entretanto, muitas pessoas não sabem lavar as mãos da maneira correta, sem esfregar adequadamente todas as áreas, esquecendo-se das unhas, dos dedos e dos punhos ou, simplesmente, só lembrando-se de lavá-las durante o banho. O ideal, explica o médico, é lavar as mãos, frequentemente, várias vezes ao dia, com água corrente e sabão.

Outro erro comum é o uso de toalhas coletivas nos banheiros. De acordo com Dr. Poli, elas se tornam um meio propício para a proliferação de bactérias. "Não adianta apenas deixar a toalha exposta para secar, seja no banheiro ou ao Sol, pois as bactérias continuarão alojadas ali, a menos que sejam lavadas com água e sabão", destaca.

Álcool em gel

Presente nos estabelecimentos com grande fluxo de pessoas, principalmente, após a incidência de casos da gripe HN-1, o álcool em gel também é um importante aliado para a higienização das mãos. "O álcool em gel pode ajudar a esterilizar as mãos, entretanto, não substitui a água e o sabão. O álcool é para uma emergência, mas devemos continuar lavando as mãos, com frequência, sempre antes de comer, ao sair do banheiro e ao sentir que as elas estão sujas", finaliza o especialista .


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: higiene higiene pessoal lavar mãos doença