Jovem descobre tumor no cérebro depois de problema no olho

A jovem só descobriu que tinha tumor após uma consulta ao dermatologista
tumor cérebro

Foto - Reprodução/GoFoundMe

Uma jovem inglesa que acreditava ser alérgica a queijo descobriu que na verdade tem um tumor de 15 centímetros no cérebro! A doença chegou a um estágio tão avançado que ela não consegue mais abrir o olho direito. Tudo começou quando Allana Prosser começou a sentir fortes dores de cabeça diariamente aos 11 anos. 


Os analgésicos prescritos pelos médicos não faziam efeito e ela também passou a dormir assim que se sentava. Os sintomas foram se agravando e a jovem começou a ganhar peso, sentia o olho se contraindo, perdeu o equilíbrio e chegou até a ter incontinência. As informações são do Daily Mail . 

Os médicos não conseguiram descobrir o problema e chegaram a diagnosticá-la com alergia a queijo. Porém, neste ano, um oftalmologista a enviou a uma clínica especializada em olhos, onde descobriram que Allana tinha um tumor chamado "craniopharynigioma". Ela foi imediatamente internada para retirar parte do tumor, de 15 centímetros.

Agora, com 17 anos, Allana tenta arrecadar dinheiro através de financiamento coletivo para pagar o resto do tratamento, que consiste em tentar diminuir e estabilizar os 4 cm restantes para que ela tenha uma vida normal. 

tumor cérebro

Foto - Reprodução/GoFoundMe

A visita ao oftalmologista salvou sua vida. O tumor craniopharynigioma foi localizado na glândula pituitária e estava pressionando o nervo óptico contra o olho direito. 

Após a cirurgia, a adolescente ouviu que nunca mais conseguiria abrir o olho afetado, mas ela tomou isso como um desafio. “Com determinação, usei fita adesiva todos os dias para treinar meu músculo e fazer com que funcionasse novamente. E deu certo”. 

O Serviço Nacional de Saúde da Inglaterra se dispôs a pagar as despesas do tratamento de Allana, nos EUA, por três meses.

Mas após esse período, a jovem a mãe, Katrina, precisarão se virar sozinhas. “Os últimos seis meses têm sido os mais difíceis para minha família, amigos e especialmente para mim. Fui abençoada com tanto amor e apoio, não conseguiria fazer tudo isso sem vocês. Então continuarei lutando para provar a todos e a mim mesma que sou uma guerreira e irei superar essa doença terrível”, escreveu Allana na página de sua campanha.  

Esta doença é normalmente diagnosticada em crianças, adolescentes e jovens adultos. Como se desenvolve em importantes estruturas do cérebro, pode causar problemas no crescimento, níveis hormonais, visão e também interfere no peso à medida que vai aumentando.

Por Thamirys Teixeira

Comente