Inglesa cria próteses feitas de tricô e algodão

proteses croche

Foto - Reprodução/DailyMail

Kay Coombes, 46, foi diagnosticada com câncer em 2011 e mais tarde teve os dois seios removidos por medo da doença voltar. "Depois da minha mastectomia dupla, eu tinha tempo livre de sobra porque não estava trabalhando. Uma vez entrei em um site e achei essas próteses de tricô bastante interessantes, então comprei um par. Achei fantástico, pois são confortáveis e não agridem a pele e as cicatrizes", conta Kay.

Desde então ela se dedica a ajudar mulheres que passam pela mesma situação. Kay aprendeu a tricotar e começou a fabricar as próteses para o Reino Unido. O negócio deu tão certo que ela já se uniu à Knitted Knocker UK para ajudar a fornecer a prótese para pacientes com câncer de todo o Reino Unido.

A vantagem delas é a leveza. Enquanto uma de silicone pesa 450 gramas, as de tricô pesam cerca de 50 gramas. "É bom ter escolhas em nome do conforto. Nos dias quente, as próteses podem ser feitas de algodão e são muito mais confortáveis, pois não fazem suar como a de silicone", disse Kay. As próteses, aparentemente, não snao feitas com nenhuma armação e tomam a forma do sutiã.


Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: câncer de mama mastectomia