Garota sofre AVC e médicos diagnosticam como TPM

A jovem teve acúmulo de líquido no cérebro após o diagnóstico errado. Ela estava sendo tratada apenas com analgésicos
Acidente vascular cerebral TPM

A garota passou por diversas cirurgias e não sofreu sequelas. Foto - PA RealLife

Mesmo sendo mais comum em adultos, o Acidente Vascular Cerebral (AVC), conhecido também como derrame também pode atingir crianças e adolescentes. Prova disso foi a história de Georgia Smith, uma jovem de 13 anos que sofreu com o mal mas foi diagnosticada com Tensão Pré Menstrual (TPM).


Isso mesmo! Após sofrer fortes dores de cabeça e correr risco de morte, os médicos apontaram que o problema da garota não passava de uma simples TPM. Devido ao diagnóstico errado, Georgia sofreu com acúmulo de líquido no cérebro e quase veio a óbito.

Tudo começou quando a estudante estava em casa após a aula. De acordo com sua mãe, Carol Smith, para o DailyMail, a garota começou a queixar-se de dores extremamente fortes na cabeça além de vômitos incessantes e sensibilidade à luz. Ela foi levada ao hospital, onde os médicos receitaram analgésicos e remédios para enxaqueca. De acordo com eles, o problema era a TPM, dá para acreditar?

Acidente vascular cerebral TPM

Foto - PA RealLife

"Ela ficava dizendo,'Mamãe, me ajude, por favor. Minha cabeça, minha cabeça'. Se eu pudesse sentir a dor por ela, eu sentiria", disse a mãe.

Dias depois, a situação da adolescente só piorou. Os pais da garota a levaram para uma consulta de emergência com um neurologista no hospital 'Sheffield Children'. Lá, o diagnóstico foi certeiro: Ela estava com hidrocefalia - um acúmulo de líquido no cérebro, decorrente do AVC que havia sofrido.

Depois de passar por uma série de cirurgias e 20 dias de internação, Georgia foi liberada. 

"Ela mantém um diário com tudo que ela passou, incluindo relatórios e imagens médicas (...) Quando ele for concluído, ela planeja mostrar para as pessoas para explicar sua história de superação", disse a mãe.

AVC em crianças e adolescentes

As sequelas para um AVC podem ser perda de movimentos, crises convulsivas, déficit intelectual e alterações comportamentais. Ao sofrer um Acidente Vascular Cerebral, o recomendado é procurar atendimento médico o mais rápido possível ao identificar os primeiros sintomas. Isto porque mesmo na fase aguda, existe tratamento específico que pode diminuir a lesão, as sequelas e o risco de morte.

Dados do Ministério da Saúde apontam que, em 2012, 4 mil pessoas entre 15 e 34 anos foram internadas por causa do problema no país. Em 2010, foram 1,7 mil mortes nessa faixa etária.

Sintomas do AVC

  • Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo
  • Alteração súbita da sensibilidade com sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo
  • Perda súbita de visão num olho ou nos dois olhos
  • Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou para compreender a linguagem
  • Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente
  • Instabilidade, vertigem súbita intensa e desequilíbrio associado a náuseas ou vômitos.

Por Thamirys Teixeira

Comente